Coral de Crianças Watoto se apresenta em Volta Redonda durante turnê no Brasil

0

VOLTA REDONDA

 

Em turnê pelo Brasil, com o musical inédito ‘We Will Go’, desde o mês de junho, o Coral de Crianças Watoto, com 17 crianças e dez adultos, se apresentou, ontem, pela terceira vez em Volta Redonda. Até setembro, serão cerca de 80 apresentações dos jovens, com idades entre 6 e 14 anos, no Sul e no Sudeste do Brasil. Em suas apresentações, os meninos mostram sua te, baseada em temas religiosos e louvores a Jesus Cristo.

Com muita alegria, ginga, figurino colorido e muita simpatia, as crianças trazem em suas apresentações ao Brasil uma experiência transformadora e exemplar. Em meio as apresentações musicais, estão mostras de vídeos que contam a verdadeira história dessas crianças. É a Uganda trazendo histórias de superação de sequelas da guerra e da doença aos grandes públicos brasileiros, como o correu em Volta Redonda.

TERCEIRA VEZ EM VOLTA REDONDA

É a terceira que o grupo passa pela Cidade do Aço. Os meninos de Uganda se apresentaram no Teatro Maestro Franklin de Carvalho, no Colégio Getúlio Vargas. Os ingressos que se esgotaram foram trocados previamente mediante a doação de um quilo de alimento não perecível.  O evento foi realizado em conjunto pela Secretaria Municipal de Cultura (SMC) e a Primeira Igreja Batista do Retiro (Pibre).

A performance do Coral é marcada pelas coreografias diversas, efeitos de projeção e ainda conta com auxílio de um intérprete para tradução. O grupo viaja como defensor de milhões de mulheres e crianças em situação vulnerável em toda a África.

É importante ressaltar que o Coral é formado por crianças órfãs resgatadas pelo projeto e os musicais já foram apresentados para a rainha da Inglaterra, o ex-presidente americano George Bush, e para os parlamentos britânico, australiano, canadense e escocês, sempre aquecendo corações por onde passam.

AÇÕES RELIGIOSAS

A Organização Watoto reúne ações religiosas, sociais e culturais na Região Central da África e está na sua sexta passagem pelo Brasil para divulgar o projeto. O grupo está em turnê mundial e reúne crianças órfãs, abandonadas ou vítimas da miséria em Uganda, na Região Central da África. Muitos dos cantores mirins perderam os pais para o vírus HIV ou para a guerra civil, traumas que deixaram sequelas no país até os tempos atuais.

Mas as vidas dessas crianças mudaram ao ingressarem no Projeto Watoto, organização que tem como matriz uma igreja cristã fundada em Uganda em 1984.

A atuação foi ampliada ao campo social com a construção de vilas em que viúvas e órfãos são reunidos em novas famílias principalmente em Kampala, capital de Uganda. As apostas em ações de desenvolvimento educacional e cultural são outro braço da Watoto. O coral é parte do programa e para divulgar o trabalho social e as causas do combate à aids e à orfandade, tem como uma das suas tarefas excursionar pelo mundo.

CAUSA TÃO NOBRE

A secretária Municipal de Cultura de Volta Redonda, Aline Ribeiro, explicou o significado de receber o grupo. “É uma grande honra receber este projeto mundial em nossa cidade, principalmente com uma causa tão nobre. Com ginga, coreografia, figurino e sorrisos marcantes, o Coral de Crianças Watoto traz a Volta Redonda uma experiência transformadora”, contou Aline.

O prefeito Samuca Silva frisou que receber o projeto é uma forma de intercâmbio cultural. “Temos valorizar a cultura na nossa cidade. Ter Volta Redonda incluída na turnê desse importante projeto demonstra a importância de nossa cidade”, concluiu Samuca.

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !