Convênio entre Secretaria Estadual de Turismo e Prefeitura de Volta Redonda vai resultar em investimentos no artesanato

0

VOLTA REDONDA
O convênio assinado na semana passada entre a Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ) e a Prefeitura de Volta Redonda vai facilitar ações e projetos direcionados ao segmento artesanal. Com o termo de cooperação técnica, os artesãos terão apoio do Governo do Estado. O Sebrae-RJ e a AgeRio também participaram da assinatura com o prefeito Antonio Francisco Neto e os artesãos apresentando ações que contribuem e auxiliam o artesanato.
Antes da assinatura do convênio, que ocorreu no Palácio 17 de julho, no bairro Aterrado, o secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, esteve visitando a feira de artesanato no Memorial Getúlio Vargas, no bairro Vila Santa Cecília. Tutuca destacou o engajamento da Prefeitura de Volta Redonda no incentivo à atividade artesanal. “Considero muito importante a parceria das prefeituras para o fortalecimento do artesanato das cidades do interior”, comentou Tutuca.
TREINAMENTO PROGRAMA DE ARTESANATO
Em Volta Redonda, funcionários da prefeitura serão treinados pelos profissionais do Programa de Artesanato para que possam fazer o cadastramento assistido. Dessa forma, o processo de cadastramento será agilizado, auxiliando os artesãos, que, através do seu trabalho geram receita para a região, contribuindo para o desenvolvimento social da população local.
Além da assinatura do termo de cooperação técnica, na ocasião, os profissionais de Volta Redonda puderam realizar o cadastramento assistido para ter acesso a Carteira Nacional do Artesão. A ideia foi facilitar o processo do cadastramento.
ACESSO A MICROCRÉDITO
A Carteira Nacional do Artesão garante o acesso a microcrédito e vantagens como a participação em feiras do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB) e do Programa Estadual, capacitações, auxílio para divulgar trabalhos e benefícios com instituições parceiras, como descontos na compra de matéria-prima.
De acordo com o secretário Municipal de Cultura, Anderson de Souza, o investimento no artesanato será uma das prioridades do governo no ano que vem, entre eles a construção da Casa do Artesão. Lembrou ainda que, o principal investimento que foi solicitado à Secretaria de Estado e Turismo por ele e pelo prefeito Neto, foi a construção da Casa do Artesão, uma reivindicação antiga dos profissionais. “A conquista da retomada do cadastro para a Carteira Nacional do Artesão também marca o retorno do olhar sob esse segmento artístico que estava há quatro anos sem fomento por parte do antigo Governo Municipal”, finalizou o secretário.