Conselho Tutelar de Volta Redonda resgata criança de quatro anos em situação de abandono  

0

 O caso foi registrado na 93ª DP  e o pai do menino está sendo procurado pela polícia

 VOLTA REDONDA

Uma denúncia anônima ao Conselho Tutelar de Volta Redonda resultou no resgate de uma criança, de quatro  anos de idade, que estava vivendo em situação de abandono e cárcere privado. A ação dos conselheiros, com o apoio da Polícia Militar, ocorreu nesta quinta-feira, dia 22. De acordo com os conselheiros envolvidos na ação, o menino estava trancado em uma casa no Morro da Paz, no bairro Santo Agostinho, sozinho, chorando e muito assustado. O caso foi registrado na 93ª Delegacia de Polícia (DP) pelo Conselho Tutelar. O pai do menor está sendo procurado pela polícia, mas até o fechamento desta edição não havia sido localizado.

O Conselho informou ao A VOZ DA CIDADE que após uma denúncia anônima ao plantão, uma equipe foi ao endereço checar as informações e constatou o fato. O menino, de acordo com os conselheiros, estava sendo mantido em cárcere privado pelo próprio pai e vivendo total situação de abandono. Para entrar no imóvel e resgatar a criança, os conselheiros solicitaram o auxílio da Polícia Militar, já que a casa estava com as portas trancadas. Ainda de acordo com os conselheiros, o menino mesmo assistido pelo Conselho foi entregue a parentes. “Ele será assistido por psicólogo e assistente social. Irá também passar por vários exames como o de corpo de delito, como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente. Segundo peritos, ele está muito magro”, comentou um conselheiro, ressaltando que no corpo do menino não foram encontradas marcas de agressão.

Os conselheiros descobriram no local que a mãe do menino faleceu e que ele vem vivendo nessa situação há vários dias. “Fomos informados que o pai do menino sempre o deixava sozinho em casa e que algumas pessoas o ajudava, mas ninguém nunca havia denunciado. A denúncia só feita hoje (ontem) porque ele chorou muito mais do que de costume porque foi trancado em casa. Daí não teve jeito. A denúncia foi feita”, disse um conselheiro, lembrando que qualquer pessoa pode colaborar para salvar a vida de uma criança ligando e denunciando para o plantão 24 horas do Conselho Tutelar nos telefones 0 8000 250 485, (24) 9 9938 1589 e (24) 9 9963 0010. “A denúncia é anônima e pode ser feita de qualquer lugar da cidade. Uma simples ligação pode salvar uma vida. Por isso, não deixem de denunciar”, concluiu.