Conselho Municipal de Turismo elege diretoria em Volta Redonda  

0

VOLTA REDONDA

A eleição da diretoria do Conselho Municipal de Turismo de Volta Redonda foi realizada na manhã desta quarta-feira, dia 28. O pleito, que escolheu presidente, vice-presidente, secretário executivo e secretário adjunto do Comtur-VR, ocorreu de forma online, pela página oficial do conselho, como medida preventiva à Covid-19. Os eleitos assumem o mandato para o biênio 2021 e 2022.

O pleito online elegeu como presidente do conselho Roger Fernandes Morais, representante do setor de restaurantes e similares; para vice-presidente foi escolhida Clarice Netto, da Secretaria Municipal de Cultura (SMC); a secretária executiva é Débora R. C. Candido, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smdet); e a secretária adjunta é Francisca Cristina O. Cruz, do setor de artesanato.

FELIZ E HONRADO

Roger Fernandes Morais afirmou estar feliz e honrado em poder de alguma maneira representar e agregar toda intenção dos colegas conselheiros na valorização de um instrumento de apoio ao turismo tão importante como o Comtur. “Espero de verdade que toda essa nossa intenção se transforme em trabalho e ações práticas de resultados em prol do turismo e do que ele representa para população e ampliação de oportunidades de nossa cidade”.

 

O Comtur-VR é composto por 14 conselheiros, sendo que cada um tem um suplente, somando 28 cadeiras. Cinco são representantes do Poder Público. As secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Turismo, de Esporte e Lazer (Smel), de Cultura, e de Meio Ambiente (SMMA), além da Câmara Municipal, têm duas cadeiras cada.

A sociedade civil conta com nove membros. Os agentes de viagens; os setores de hotelaria, de restaurantes e similares, do comércio, da cultura e da mobilidade; os guias de turismo; e os artesãos estão representados no Comtur-VR, também com duas cadeiras cada.

APROXIMAR A SOCIEDADE DA FORMULAÇÃO

Os conselhos municipais, de forma geral, têm como principal objetivo aproximar a sociedade da formulação de políticas públicas para cada setor. Em uma área tão segmentada como o turismo, onde existem muitos atores para compor a experiência da viagem é uma oportunidade de articular e conciliar interesses. É papel dos conselhos orientar sobre as melhores práticas para desenvolver cada segmento, fiscalizar, propor leis, desenvolver estratégias.

De acordo com Débora Candido, que é diretora de Turismo da Smdet, em Volta Redonda temos o Turismo de Negócios, que movimenta a cidade durante a semana, em um cenário favorável, se comparado aos destinos de lazer, que concentram a ocupação nos fins de semana. “Nossa missão é de consolidar a imagem do destino, principalmente neste segmento de negócios e a eleição da direção do Comtur-VR é um momento importante de renovação de forças, de repensar estratégias e cursos de ação. Cada membro representa todo um setor e nossa missão é amadurecer e criar novas estratégias para avançarmos com a atividade como um todo”, disse.

error: Conteúdo protegido !