Conselho do MEP define agendas extras até o final do ano em Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA
O conselho do Movimento Pela Ética na Política (MEP), reunido ontem, na coordenação do advogado e conselheiro do Movimento, Luiz Gustavo Cavalcanti de Araújo, debateu e aprovou vários encaminhamentos até dezembro. Durante a reunião dos conselheiros foi apresentada intensa pauta.
De acordo com o advogado Luiz Gustavo, o primeiro ponto discutido é muito caro, pois trata-se do projeto de reestruturação do Estatuto do Movimento. “Que graças à colaboração do Pedro Paulo, Davi Souza e Amanda Matos, conseguimos alinhar de forma horizontal o documento final e sem perder a essência do que é o MEP”, destacou o advogado ao abrir a reunião apresentando outros pontos da pauta. “Os participantes fizeram suas considerações, discutiram, elogiaram e aprovaram a minuta da reformulação estatutária. A reunião ordinária seguiu com outras definições relacionadas aos programas de ação do Movimento”, informou o advogado.
ENCAMINHAMENTOS APROVADOS
Foi definido que os voluntários e membros do Movimento nas categorias fundadores, os conselheiros, coordenadores, comissões, educadores, colaboradores convidados e os honorários, deverão fazer seus cadastros pelo Portal MEP.VR. “O cadastramento visa dar maior significado e organização ao Movimento, em especial utilizando a tecnologia de informação, com toda garantia de proteção de dados. A ideia é fechar recadastramento dia 20 de outubro”, declarou Davi Souza, responsável pela atualização de dados.
Também foi aprovada pelo conselho a proposta da realização de Painel Eleitoral com os candidatos à presidência da OAB-VR, possivelmente no dia 11 de novembro. “Todos os candidatos serão convidados”, informou Luiz Gustavo, ressaltando que na ocasião, além das questões advocatícias, dimensões comunitárias serão pontuadas com a possibilidade da entrega de um projeto do MEP-OAB para os candidatos participantes.
PLENÁRIA AVALIATIVA E APRESENTAÇÃO DE METAS
Foi aprovada também a realização de plenária avaliativa no início de dezembro, ocasião em que coordenadores temáticos apresentarão o balanço das ações e metas prioritárias para 2022. “Na oportunidade todos voluntários cadastrados serão convidados para participarem, assim daremos fluxo à nova formulação do estatuto”, lembrou Pedro Paulo.
Sobre os programas educacionais e ambientais, o conselho no seu conjunto elogiou o empenho da equipe do Pré Vestibular Cidadão e o do grupo socioambiental, por estarem inovando no fazer educação cidadã, mesmo nos tempos difíceis de pandemia e crise política. “Estamos construindo juntos e, de forma articulada, estamos avançando”, disse o coordenador da Equipe Ambiental, Fernando Pinto, ao falar do sucesso do seminário apoiada pelo ONU-HABITAT.
AUDIÊNCIA COM OS PODERES PÚBLICOS
Na linha do acompanhamento das políticas públicas no município, o conselho solicitará uma audiência ao Executivo e Legislativo para o final de novembro. O objetivo é apresentar questões relacionadas às Políticas Públicas da cidade para 2022. Os conselheiros aprovaram ainda uma conversa sobre saúde. No MEP, através da Comissão de Saúde, na articulação do professor Saulo Karol, voluntário no Pré Vestibular, será realizada roda de conversa, no próximo dia 23, com especialistas das áreas de medicina, fisioterapia, fonoaudiologia, imagens clinicas e profissional de educação física sobre o tema Covid, via plataforma digital.