Concessionária garante qualidade no abastecimento de água em Resende

0

RESENDE 

Na contramão do que está acontecendo em alguns bairros da região metropolitana do Rio de Janeiro, que sofre com problemas relacionados as más condições da água, o município tem garantia da qualidade do abastecimento com a água tratada e distribuída pela concessionária Águas das Agulhas Negras, empresa responsável pelos serviços de saneamento básico da cidade.

A empresa que pertence ao Grupo Águas do Brasil, ampliou o atendimento com água tratada na cidade, solucionando os problemas de qualidade insatisfatória e intermitência do serviço em algumas regiões. Por ano, são investidos cerca de R$ 5 milhões para manter a operação das seis Estações de Tratamento de Água do município. A captação da água é feita por três mananciais, o rio Paraíba do Sul, sendo o mais importante do estado do Rio de Janeiro, formado pela confluência dos rios Paraitinga e Paraibuna, e os rios Água Branca e Pirapitinga, ambos com nascentes no Alto da Serra da Mantiqueira. A produção de água proveniente desses mananciais é suficiente para atender 100% da população urbana. A capacidade de produção do recurso hídrico chega a 700 litros por segundo, o que é considerado superávit de produção, já que a demanda atual está em torno de 490 litros por segundo. Hoje Resende conta com 39.245 ligações de água atendendo 56.045 imóveis.

Hoje Resende conta com 39.245 ligações de água atendendo 56.045 imóveis-Cyntia Freitas

De acordo com o Nelson José da Silva, morador do bairro manejo há mais de 30 anos, a falta d’água acabou quando a concessionária passou a operar os serviços de abastecimento na cidade.“Há muito tempo não enfrentamos desabastecimento de água”, afirmou.

Por mês são realizadas, aproximadamente, 720 análises de água em cada uma das estações de tratamento. Além disso, o monitoramento também acontece nos principais pontos da cidade, como creches, hospitais, escolas, postos de saúde e pontos mais afastados da rede.

“Na minha casa toda a família bebe a água que vem da rua. Eu apenas coloquei um filtro, já que a água vem pela rede percorrendo vários trechos. Quando vou para cidades vizinhas percebo a diferença da nossa água com a da deles. Infelizmente nem todos podem ingerir água com segurança no nosso país”, contou Weslei Gomes, morador do bairro Mirante da Serra, se referindo ao problema da água que afeta os moradores Rio.

Segundo o superintendente Gabriel Roberti, a qualidade do abastecimento de Água em Resende também é comprovada pelo Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, gerido pela Secretaria de Saúde do estado do Rio de Janeiro, e por laboratórios terceiros acreditados e de renome nacional. “As análises de potabilidade são avaliadas de acordo com os parâmetros estabelecidos na Portaria de Consolidação Nº 05/2017 do Ministério da Saúde. Trabalhamos com o controle diário, mensal, trimestral e semestral, reportando os dados à Vigilância Sanitária e a SANEAR, agência que regula os serviços prestados pela empresa”, explicou o superintendente, ressaltando que o laboratório da empresa é credenciado pelo INEA desde 2014, o que gera confiabilidade na qualidade da água fornecida e o seu rígido controle.

error: Conteúdo protegido !