Como congelar alimentos do jeito certo e evitar desperdícios

0

SUL FLUMINENSE

Mulheres têm muitos compromissos com casa, família, trabalho, vida pessoal. Uma das melhores descobertas da vida moderna, o congelamento de alimentos permite conservar os nutrientes por longos períodos e facilitar o cotidiano, além de evitar o desperdício.

Além da preservação das propriedades nutricionais, os alimentos duram muito mais do que se deixados na geladeira: em temperatura aproximada de -18º, a atividade dos microrganismos é reduzida, assim como a deterioração. Abaixo, algumas dicas que podem facilitar o processo.

A embalagem

A selagem a vácuo é ideal, porque o alimento não entra em contato com o ar frio e seco do congelador. Mas também funciona usar sacos com fechamento hermético, livres de Bisfenol A (BPA). Basta retirar o máximo de ar antes de fechar a embalagem – dá para fazer isso ao sugar um canudo limpo posicionado no canto do saquinho. Vasilhames de vidros também são boas opções. O tamanho deve ser adequado à quantidade de alimento, para evitar o excesso de ar no interior e também a possibilidade de acúmulo de líquidos, que geram cristais de gelo maiores.

Frutas

A maioria delas pode ser congelada em pedaços, em forma de polpa ou purê. Retire apenas as sementes e coloque-as em um saco próprio para freezer. Pingue gotas de limão nas que oxidam e escurecem, como banana e maçã. Frutas ricas em água, como a melancia, devem ser usadas para sucos após o descongelamento.

Proteínas

Peixes, aves e carnes podem ser congelados. Quanto mais frescos estiverem, melhor. Vale lembrar que não se deve lavar nem temperar a carne antes de levá-la ao congelador. Apenas tire os ossos e o excesso de gordura. Ao congelar carnes cozidas, pegue leve no sal, pois o congelamento tende a acentuar os temperos.

Legumes e ervas

Antes de congelar, é preciso limpar e cozinhar os legumes por cerca de quatro minutos. Esse processo mantém boa parte dos nutrientes. As ervas, como salsinha, podem ser congeladas, mas, depois de saírem do freezer, precisam ir direto para o cozimento. Tomates devem ir ao congelador apenas como molho.

O que não deve ser congelado

Iogurtes, maionese, verduras folhosas, gelatinas, pudins, batatas, molhos à base de leite e ovos não vão ao freezer. A maioria desses alimentos absorve água. Em outros casos, a gordura se separa dos outros ingredientes e talha a preparação.

Como descongelar

Coloque o alimento na geladeira. Assim, a multiplicação das bactérias é mais lenta e o sabor e a textura dele são mantidos. Comidas prontas podem ser aquecidas instantaneamente. Polpas de frutas não precisam ser descongeladas. Elas podem ser batidas no liquidificador com água, por exemplo.

Prazo de validade

Alimentos congelados não duram para sempre. Identifique a embalagem com nome, data de congelamento e validade. Em geral, carnes bovinas duram até 12 meses. Salsicha, linguiça e bacon, dois meses. Hambúrgueres e frango, nove meses. Peixes, até seis meses. Frutas e legumes, três meses.

 

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !