Comitiva acompanha andamento das obras do pátio de manobras, em Barra Mansa

0

BARRA MANSA

Uma comitiva formada por membros da prefeitura e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) verificou hoje, 4, o andamento das obras de readequação ferroviária. O prefeito Rodrigo Drable foi acompanhado da vice-prefeita Fátima Lima, do coordenador de obras do Dnit, Paulo Café, além de secretários e representantes de entidades de classe. Eles fizeram uma caminhada na linha férrea, no trecho que está passando por intervenções.

O prefeito destacou que o objetivo é mostrar para a sociedade o que está sendo feito e quais são as próximas etapas. Atualmente, o Dnit está construindo três casas complementares, com previsão para serem concluídas em até 90 dias. As demais, 17 que já foram concluídas, estão programadas para serem entregues após a instalação da iluminação pública e a ligação de água e luz. Também será feito um termo de acordo com o Dnit para iniciar a regularização provisória das residências. A Secretaria de Assistência Social irá assistir as famílias por três meses, visando garantir a integração no conjunto habitacional.

“A gente está aqui, aonde foram construídas as casas para a demolição daquelas que ficam no caminho das obras do Pátio de Manobras, e as casas que são a segunda parte do acordo, que também serão demolidas e as famílias virão para cá. Isso aqui é uma área que vai ser entregue com habitações de extrema qualidade, totalmente urbanizada. A gente vai ter uma nova Barra Mansa, resultado do esforço de muita gente. É a realização de um sonho e a gente segue trabalhando”, disse o prefeito Rodrigo Drable, lembrando ainda a parceria do ex-deputado federal Deley, que foi fundamental para o desenvolvimento do Pátio de Manobras.

DEMAIS AÇÕES

A comitiva ainda vistoriou as obras de readequação das linhas férreas, o viaduto próximo à Saint-Gobain e a passarela ao lado do conjunto habitacional. “Nós estamos executando atualmente a passarela no Parque da Cidade, a passarela próxima à prefeitura e o pontilhão no Rio Cotiara. Nós estamos parados com a obra atualmente do Rio Barra Mansa. O ponto crítico hoje é a entrega das casas do Campo do Ferroviário aos futuros moradores e ao mesmo tempo o pagamento da indenização para os envolvidos. Para avançar nas obras, precisamos transferi-los. Depois, a gente vai demolir o pedaço das residências que estão envolvidas e fazer o alargamento da plataforma onde está tendo a duplicação. O viaduto da Saint-Gobain já é desse contrato, tem dinheiro para isso e tem tudo para ser executado”, informou o coordenador de supervisão das obras do Dnit, Paulo Café.

Apesar da obra ser do Dnit, Paulo Café ressaltou a participação efetiva da prefeitura para o avanço das ações. “Agente dentro desse processo sempre foi a prefeitura, principalmente na parte financeira, pois se não tivesse isso, não tinha nada. O recurso é fonte oriunda do município, de verba de bancada conseguida pelo município”, destacou.

error: Conteúdo protegido !