Com autorização do Ministério da Saúde Cais Aterrado vira Hospital Dr. Nelson Gonçalves

0

VOLTA REDONDA 

A prefeitura de Volta Redonda inaugurou ontem, dia 14, o Hospital Dr. Nelson Gonçalves, que funcionará no prédio onde antes era o Cais Aterrado e após autorização do Ministério da Saúde (MS) como hospital de médio porte, passou por reformas e foi equipado possibilitando a expansão e melhoria do atendimento para população.

A unidade conta com 50 leitos de internação, sendo eles de clínica médica, leitos de emergência equipados com respiradores, leitos de atendimento classificados como amarelo, leitos de retaguarda para atender a rede de urgência e emergência, leitos para tratamento de Covid-19, além de leitos voltados para o atendimento de saúde mental.

O prefeito Samuca Silva lembrou que agora Volta Redonda conta com três hospitais municipais. “Essa é uma grande conquista. Deixamos de ser um pronto socorro para ser efetivamente um hospital e isso nos enche de orgulho. É mais um serviço de assistência para a cidade”, afirmou.

Samuca disse ainda que está orgulhoso pela transformação que está vendo na cidade. “É uma grande transformação, seja em transparência, seja no controle das coisas públicas, não aceitando qualquer tipo de ato ilegal. Essa é mudança que as pessoas queriam”, reiterou o prefeito.

A secretária de Saúde, Flávia Lipke lembrou que o prédio passou por reformas e recebeu novos equipamentos. “O hospital foi credenciado no Ministério da Saúde, o prédio passou por melhorias e também foram trazidos mais equipamentos para a unidade. Assim, a gente vai conseguir aumentar o número de atendimentos e, principalmente, melhorar a qualidade desse atendimento”, frisou Flávia Lipke acrescentando que outra melhoria foi à implementação da classificação de risco, que vai agilizar o atendimento de acordo com a gravidade da enfermidade do paciente. Essa metodologia ajuda a organizar o serviço e o paciente recebe um atendimento melhor e mais ágil.

A diretora administrativa do hospital, Raphaela Dalboni, explicou que essa é uma grande conquista para a cidade. “Antes éramos uma assistência intermediária em saúde e hoje a população está ganhando um hospital de médio porte”, disse.

error: Conteúdo protegido !