Sassaricando – Oscar Nora – 18 de setembro de 2021

0

Animada com a desistência do Japão, a Prefeitura do Rio está organizando sua candidatura para sediar o Mundial de Clubes deste ano. Mas a bola está sendo lançada muito alta para a Cidade Maravilhosa marcar o gol de cabeça e coroar de êxito sua intenção. Raposa felpuda que é, a Fifa sabe que é indispensável a presença de público nos estádios. Mas, sabe também que fazer gol de placa no Brasil, onde as sentenças liminares trocam de lado a todo instante, é muito difícil. + Veja só o caso do público nos estádios em jogos recentes. O presidente do STJD…

Sassaricando – Oscar Nora – 14 de setembro de 2021

0

A autorização para presença de público no Maracanã, amanhã, na partida Flamengo x Grêmio é absurda. No momento em que os números das estatísticas por mortes e contaminações causadas pela Covid-19 estão decrescentes, é incrível a irresponsabilidade de se criar um cenário propício para esses números voltarem a crescer. + É um absurdo que a Confederação Brasileira de Futebol e 19 dos seus 20 clubes da elite sejam contra a presença de torcedores nos estádios, neste momento, mas essa maioria ser pateticamente derrotada por uma minoria. + É um absurdo que o prefeito da cidade do Rio de Janeiro contribua…

Sassaricando – Oscar Nora – 11 de setembro de 2021

0

“Hoje é domingo, pé de cachimbo”, “Esse menino não para quieto, parece que tem bicho carpinteiro”, “Quem tem boca vai a Roma”, “Batatinha quando nasce, se esparrama pelo chão”, “São ossos do ofício”. Os ditados populares são sensacionais e todos expressam um sentimento, fato ou circunstância. + “Casa da mãe Joana”, por exemplo. Quem é essa Joana? Joana, ex-rainha de Nápoles, um dia se mudou para a vila francesa de Avignon onde, não demorou muito, mandava e desmandava na cidade; mandava até na casa de assanhamentos. Generosa e prestativa, todos gostavam muito dela e até a apelidaram de mãe. Tem…

Sassaricando – Oscar Nora – 4 de setembro de 2021

0

Um amigo, desses fanáticos pelo futebol, me ligou inconformado e desabafou: “– Nora, você viu que coisa horrível foi o jogo do Brasil contra o Chile”? Meu amigo – respondi – vi o primeiro tempo. Como não estava trabalhando, deitei e acabei dormindo antes do segundo tempo começar. + A maioria das emissoras, entre elas a Rádio Sul Fluminense, preferiu cobrir jogos do campeonato brasileiro. Uma decisão surpreendente, especialmente quando se recorda que anos atrás, em dia de jogo da seleção brasileira, os expedientes eram encerrados mais cedo ou até se decretava feriado. + Por dever de ofício, vi o…

error: Conteúdo protegido !