Sassaricando – Oscar Nora – 28 de agosto de 2019

1

Lá no andar de cima, no céu, onde moram os deuses do futebol, São Judas Tadeu, padroeiro do Flamengo, não deixa ninguém em paz. Por onde passa, São Judas Tadeu estufa o peito e canta o bordão “Meeennngggooo!!!”. + Ele ainda engrossa a voz quando passa por São Genaro, padroeiro do Palmeiras, pelo pacato São Paulo, padroeiro do mesmo São Paulo e por São Jorge, mesmo quando o padroeiro do Corinthians está sobre seu cavalo e de lança na mão. + Na segunda-feira, quando passou perto da doce Santa Rita, padroeira do Santos, São Judas Tadeu pediu aos anjos querubins…

Sassaricando – Oscar Nora – 21 de agosto de 2019

0

Ontem, Palmeiras x Grêmio; hoje, Flamengo x Internacional e LDU x Boca Juniors; amanhã River Plate x Cerro Porteño: 4 times brasileiros, 2 argentinos, 1 equatoriano e 1 paraguaio. A Copa Libertadores da América, o mais importante torneio de times do continente, chega às quartas de final. + Sucessora do antigo Campeonato Sul-americanos de clubes campeões, a Copa Libertadores da América tem esse nome em homenagem aos principais líderes das independências das nações da América do Sul: D. Pedro I, Simón Bolívar, José de San Martín, Antonio José de Sucre e Bernardo O’Higgins. + Os times argentinos Independiente (7), Boca…

Sassaricando – Oscar Nora – 17 de agosto de 2019

0

A maior surpresa na convocação de Tite para os jogos amistosos da seleção brasileira em setembro, contra as seleções do Peru e da Colômbia, não é a convocação do goleiro Ivan, da Ponte Preta, que disputa a segunda divisão, em detrimento de Cássio do Corinthians, o goleiro menos vazado do brasileirão série A. + Também não são as ausências de Alisson, Gabriel Jesus e Everton. O goleiro do Liverpool da Inglaterra está machucado. O atacante do Manchester City está suspenso pela Conmebol por dois meses, pelo ato de indisciplina na decisão da Copa América. O endiabrado e competente Everton do…

Sassaricando- Oscar Nora – 14 de agosto de 2019

0

Foto: Divulgação O Brasil voltou dos Jogos Pan-americanos Lima/2019 em alto astral. Obteve um inédito número de medalhas – 171 – bem superior aos 141 pódios em Toronto/2015 e também 141 nos Jogos de Guadalajara em 2011. Foi um desempenho superior, inclusive, ao dos Jogos que sediou no Rio de Janeiro, em 2007, quando obteve somente 157 medalhas. + Em Lima, os atletas levaram o Brasil, pelo número de medalhas de ouro e totais de medalhas, a ser o segundo colocado na classificação pan-americana. Uma pontuação que, de fato e direito, sempre deveria lhe caber ao lado dos Estados Unidos,…

error: Conteúdo protegido !