CMVR derruba veto de PL que dispõe sobre política de prevenção e combate às amputações

0

A Câmara de Vereadores de Volta Redonda derrubou, nesta semana, veto total ao Projeto de Lei nº 188/2017. De autoria do vereador Isaac Bernardo (PEN), a proposição dispõe sobre a política de prevenção e combate às amputações em pacientes diabéticos no município.

Issac explicou que, com a Lei Municipal, a Rede Municipal de Saúde de Volta Redonda introduzirá a Política de Prevenção e Combate às Amputações em Pacientes Diabéticos, possibilitando a redução dos males à saúde dos diabéticos, através da detecção prévia da doença, análise e tratamento adequado dos pacientes.

O autor da Lei Municipal lembrou que, a cada minuto duas pernas são amputadas, devido ao diabetes, em algum lugar do mundo. Disse ainda que mais de 70% de todas as amputações estão relacionadas à doença. Lembrou também que no Brasil, conforme dados do Ministério da Saúde, pequenas lesões geraram, somente no ano passado, 17 mil amputações de coxas e pernas, excluindo dedos necrosados, a um custo anual de R$ 18,2 milhões ao Sistema Único de Saúde SUS.
Enquete feita pela Sociedade Brasileira de Diabetes mostrou que, de 311 diabéticos, 65% nunca tiveram seus pés examinados. E apesar do diabetes ser conhecido como uma “doença traiçoeira”, a IDF estima que a maioria dos casos de úlceras evoluídas tem prevenção. Segundo a instituição, 85% das amputações poderiam ser evitadas.