Clube dos Funcionários terá recursos federais para formação de atletas

0

ESPORTE

Dono de uma estrutura privilegiada que é reconhecida nacionalmente, o Clube dos Funcionários da CSN (CFCSN), em Volta Redonda, trabalha incessantemente na melhoria de suas instalações e no desenvolvimento de seus atletas. Há 5 anos, o clube deu um grande passo ao filiar-se à Federação Nacional de Clubes (FENACLUBES) e ao Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).As duas instituições reúnem os melhores clubes brasileiros. Para fazer parte, as agremiações devem estar com toda a sua documentação em dia, além de cumprir uma série de requisitos exigidos.

E foi em 2016 que o CFCSN se inscreveu em um edital para captação de recursos com objetivo de melhorar instalações e adquirir novos equipamentos esportivos. Atendendo todas as exigências, o Clube teve seu projeto aprovado em 2019 e receberá o montante de R$ 1.461.970,74 para tais fins. A verba é “carimbada” e pode ser usada apenas para os fins previstos no edital e aprovados pelo Ministério do Esporte e órgãos envolvidos. Segundo o presidente do Clube, Cláudio Augusto Ferreira, esses recursos deverão promover um salto de qualidade nas atividades desportivas da entidade.

APOIO À PRÁTICA ESPORTIVA

Cláudio lembrou ainda que o apoio à prática esportiva e a manutenção de equipes disputando competições são muito caros no Brasil. “Para um clube do interior a dificuldade é ainda maior, uma vez que patrocínios são difíceis de conseguir, a logística é mais difícil e os recursos da instituição são limitados”, explicou. O presidente lembrou ainda que esta verba chegará em boa hora. “E sem dúvida nos permitirá oferecer melhores condições aos nossos atletas, além de ajudar a melhorar a performance de nossos times”, completou o presidente.

A afiliação a FENACLUBES e ao CBC permitiu que representantes do clube volta-redondense tivessem o direito de participar de eventos esportivos nacionais que são reconhecidos por tais instituições.

CAMPEONATOS BRASILEIROS INTERCLUBES DE BASE

Atualmente, o pavilhão alvigrená é defendido nos Campeonatos Brasileiros Interclubes de base em quatro modalidades, Basquete, Vôlei de Areia, Natação e Tênis. O Vôlei de Quadra feminino tem participado também de diversas competições e em 2020 passará a disputar os certames nacionais.

É importante ressaltar que o Clube dos Funcionários está também apto a sediar competições nacionais, como o Campeonato Brasileiro de Vôlei de Areia Sub-19, que em 2019 foi realizado pelo terceiro ano consecutivo na PET e contou com a participação de 18 clubes e mais de 100 atletas de diversos estados.

Claudio Augusto Ferreira, que está no seu segundo mandato como gestor do CFCSN, ressaltou que os recursos obtidos através do CBC colaboram muito com o desenvolvimento do esporte brasileiro. Disse que a criação do CBC veio para confirmar o entendimento de que quem forma atletas no Brasil são os clubes, e, assim sendo, é necessário que tenham algum tipo de investimento. “Estes recursos são oriundos das loterias federais e destinados a convênios existentes entre o Comitê e os clubes afiliados”, disse.

 

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !