Cidades da região estão na lista de baixo comparecimento para cadastramento da biometria

0

SUL FLUMINENSE

Em 35 municípios do estado acontece o cadastramento biométrico obrigatório. Em 11 deles o comparecimento está abaixo do esperado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). São eles: Duque de Caxias, Magé, Cantagalo, Comendador Levy Gasparian, Engenheiro Paulo de Frontin, Iguaba Grande, Miracema, Quatis, Silva Jardim, Varre-Sai e Vassouras. Do total dos 958.535 eleitores dessas cidades, 442.871 (46,20%) ainda não fizeram a biometria.

Do total dos 10.222 eleitores do município de Quatis, 6.274 (61,38%) ainda não fizeram a biometria. Na semana de 5 a 9 de agosto, foi feita uma média diária de 36 atendimentos, enquanto a meta, para alcançar 80% do eleitorado até a data limite de 1º de dezembro, era de 53 cadastros biométricos por dia.

Em Comendador Levy Gasparian, onde existem 7.575 eleitores, apenas 3.516 já fizeram a biometria. O prazo final é dia 1º de dezembro deste ano. Nos últimos cinco dias a média de atendimentos está sendo de apenas quatro pessoas para cadastramento da biometria. Para chegar a meta de alcance de 80% do eleitorado é preciso que 32 pessoas se desloquem diariamente ao fórum. Já em Engenheiro Paulo de Frontin, que tem 10.641 eleitores, pouco mais da metade dos eleitores estão cadastrados (5.904). Para atingir a meta, é necessário que 85 pessoas compareçam diariamente. O cadastramento nessa cidade termina no dia 22 de setembro.

A cidade de Vassouras tem um cadastramento satisfatório, 64,78% eleitores já têm biometria. Porém, para atingir a meta é necessário que 57 pessoas façam o cadastramento diariamente até o dia 1º de dezembro, sendo que apenas 36 estão comparecendo por dia.

COMO FAZER

Para o eleitor saber se precisa fazer a biometria, ele pode fazer a consulta no site do TRE-RJ ou pela Central de Atendimento Telefônico (21) 3436-9000. O eleitor que não comparecer dentro do prazo terá seu título eleitoral cancelado, ficando impedido de votar, de receber benefícios sociais, como o Bolsa Família, de obter passaporte, de ser empossado em cargo público ou de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. Também poderá ter dificuldades para obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa.

Para fazer a biometria, a Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor faça o agendamento pelo site do TRE-RJ ou pela Central de Atendimento Telefônico. No momento do atendimento, é preciso levar documento de identificação oficial com foto, comprovante de residência (até três meses de emissão) e o título de eleitor (caso possua).  A biometria é um método tecnológico que permite identificar uma pessoa por meio de suas impressões digitais, que são únicas. Na Justiça Eleitoral, o cadastro biométrico é utilizado para tornar as eleições ainda mais seguras e prevenir fraudes. Para mais informações, o eleitor deve acessar www.tre-rj.jus.br/biometria.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !