Centro de treinamento de Resende firma parceria com clube da França

0

RESENDE

Com apenas sete meses de inauguração, o centro de treinamento de Resende, Pelé Academia, firmou uma parceria com o Olympique Lyonnais, o Lyon da França, que é um dos maiores clubes de futebol do mundo. O acordo será oficialmente lançado em um evento oficial que ocorrerá nesta sexta-feira, dia 14, às 14h30min, na Casa Firjan, no bairro Botafogo do Rio de Janeiro. Estarão presentes na cerimônia o presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, e o diretor esportivo do clube, Juninho Pernambucano, além do presidente do Resende FC, Ricardo Tuffic e o prefeito de Resende Diogo Balieiro Diniz.

Um dos pontos fortes da negociação, é que o Lyon trará profissionais franceses ao Brasil, para capacitar os funcionários da Pelé Academia. Em contrapartida, o clube europeu terá prioridade na transferência dos atletas que forem formados no centro de treinamento de Resende. Além disso, com a parceria, a Pelé Academia passará a ofertar cursos de inglês e francês aos atletas.

Segundo o diretor de marketing da Pelé Academia, Marcelo Montenegro, antes de desenhar o projeto, o clube visitou os cinco principais centros de treinamentos do mundo, para tentar construir no Brasil uma estrutura nível Europa. “Visitamos Real Madrid, Barcelona, Atlético de Madrid, Sporting de Lisboa e o Lyon”, informou, acrescentando que o Olympique Lyonnais é o terceiro clube do mundo que mais forma para as principais ligas, ficando atrás apenas do Real Madrid e Barcelona. “Fomos apresentar o trabalho que estamos começando e eles ficaram muito interessados, pois o Brasil tem muita matéria prima”, disse.

O objetivo da Pelé Academia é construir no Brasil uma estrutura com nível da Europa – Foto Idelfonso Pinheiro

‘BRASIL TEM MATÉRIA PRIMA, MAS SEM METODOLOGIA’

Segundo Marcelo, apesar do Brasil oferecer muitos talentos, ele é atrasado quando o assunto é gestão, organização e metodologia para a formação na base. “Em 2018 o Brasil foi o país que mais movimentou jogadores de futebol. Foram 1,15 bilhão de dólares de transferências, com 1.155 atletas brasileiros, em segundo lugar está a França, que é a atual campeã do mundo e movimentou no último mercado de transferência 733 jogadores”, disse, completando que com a metodologia do Lyon os jogadores serão preparados desde a novos.

Outro ponto levantado pelo diretor de marketing é que o Lyon é um clube que tem um dono desde 1987, diferente da gestão brasileira que muda a cada três anos. Segundo ele explicou, a Pelé Academia também terá uma gestão de longo prazo. “E isso foi uma das coisas que chamou a atenção do clube europeu. Já que para fazer um projeto de formação, tem que ter paciência, pois leva tempo para ver os resultados”, informou.

OPORTUNIDADE

A Pelé Academia, que conta com jovens de sete a 20 anos, é uma parceria com o Resende Futebol Clube. Atletas do sub-7 ao sub-13 participam dos treinos de futsal, enquanto os do sub-15 ao sub-20 partem para o futebol de campo. “Abriremos diversas peneira para dar oportunidade para novos atletas participarem do projeto, atendendo crianças de 14 a 20 anos, dando prioridade para os moradores da região”, concluiu Marcelo.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !