Centro de Referência de Promoção da Igualdade Racial é oficializado em Barra Mansa

0

BARRA MANSA

Foi oficializada na manhã desta quarta-feira, dia 10, no Parque Municipal de Saudade, em Barra Mansa, a criação do Centro de Referência de Promoção da Igualdade Racial, que é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos e a Gerência de Promoção da Igualdade Racial (Gepir).

Confome explica a coordenadora do centro, a psicológa Luena Lage, esse é um equipamento público para atendimento especializado à população negra, indígenas e outros grupos racializados para promoção da igualdade racial e enfrentamento de todas as formas de violência racial, de discriminação e intolerância .

O centro atuará em articulação com redes locais visando ampliar a temática da igualdade racial nas outras redes e serviços e, ao mesmo tempo fornecerá o apoio necessário para que o público alvo do serviço possa ter acesso a outras políticas públicas. “O centro estará vinculado à Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, sob a gerência da Proteção Social Especial e na média complexidade, onde também a proteção social básica terá uma grande responsabilidade, já que atua em locais periféricos onde concentra-se a maior parte da população negra e grupos racializados”, destacou Luena.

A solenidade contou com a presença do prefeito Rodrigo Drable; da vice-prefeita e secretária de Educação, Fátima Lima; de demais representantes do Executivo; de membros do Legislativo; do Conselho Municipal de Políticas de Promoção de Igualdade Racial (Comuppir); da superintendente estadual de Promoção da Igualdade Racial, Gaby Makena – representando a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, Rosangela Gomes; do grupo Abadá Capoeira; do Instituto Universo Acreditar; do Sest/Senat; e da assessora técnica do departamento de Políticas de Promoção da Igualdade Racial de Volta Redonda, Juliana Sampaio.

O prefeito Rodrigo Drable destacou os avanços que Barra Mansa têm alcançado na área de assistência social e direitos humanos. Hoje estamos celebrando a criação deste trabalho, mas na verdade deveríamos celebrar o dia em que esse trabalho não tivesse a necessidade de existir. O povo negro vem sendo vítima por muito tempo e nós ainda não estamos no caminho, infelizmente, tanto é que eventos e espaços como este se fazem necessários. Por isso é importante nós garantirmos que as pessoas com conteúdo não se calem. Hoje Barra Mansa tem a maior rede de assistência social do estado do Rio, com o maior conjunto de serviços e equipe devidamente preparada”, afirmou Drable.

Representando a Secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, Rosangela Gomes, e a superintendência estadual de Promoção da Igualdade Racial, a professora Gaby Makena parabenizou Barra Mansa por dar mais esse passo na proteção dos direitos da população negra. “Gostaria de desejar vida longa a projetos e espaços como este, a população precisa ocupar esses equipamentos. Nossa luta é legítima e lugares como este são fundamentais para a promoção de políticas públicas voltadas para a equidade racial”, afirmou Makena.

Ainda durante o evento, a vice-prefeita e secretária de Educação, Fátima Lima, e a pedagoga e servidora aposentada Maristela Fonseca, que foi uma das responsáveis pela antiga assessoria de promoção de igualdade racial, e que iniciaram as ações públicas raciais na pasta, foram homenageadas pelos trabalhos prestados. “Lá em 2017, quando assumimos o mandato, eu pedi ao Rodrigo que a Gerência de Promoção da Igualdade Racial, que não estava funcionando, voltasse a ser atuante e ficasse sob a responsabilidade do meu gabinete. E, neste momento importante, quero demonstrar a minha gratidão por todas as pessoas envolvidas nesta luta, entre elas a Maristela, aos grupos de movimento negro, ao Comuppir e a muitos outros que estiveram presentes nesta caminhada em busca dos nossos direitos”, celebrou Fátima.

O Centro de Referência de Promoção da Igualdade Racial ficará instalado na Rua Santos Dumont, nº 126, no Centro – anexo ao Centro de Atendimento LGBTQIAPN+, oferecendo orientações, encaminhamentos para serviços públicos, proteção e defesa de violações de direitos, atividades e outras ações. O espaço contará com equipe especializada e qualificada para promover acolhimento a vítimas e receber denúncias de crimes de racismo e injúria racial ou crimes equivalentes, além de ser um centro de promoção da igualdade racial.

“Além do centro de referência, que estamos dando início hoje, Barra Mansa é a única a manter um número 0800 municipal que visa fornecer um atendimento melhor à população e receber denúncias de crimes de racismo. Estas são ações muito importantes, pois nós recebemos muitas denúncias e muitas vezes não tínhamos um local ou uma equipe especializada para receber este tipo de demanda, agora nós temos estes dois equipamentos”, finalizou a vice-prefeita.

O número disponibilizado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos para denúncias de crimes raciais é: 0800-1242020.

Deixe um Comentário