CDL-VR oferece serviço de graça do SPC para consumidores inadimplentes de Volta Redonda

0

A primeira edição do Projeto “Rua de Compras” de 2019, realizada no domingo, 5, no bairro Aterrado, em Volta Redonda, que contou segundo os organizadores com a participação de cerca de 30 mil pessoas, teve a presença da Câmara de Dirigentes Lojistas de Volta Redonda (CDL-VR). Foi montado no local um estande onde a CDL ofereceu consultas de graça do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) para os consumidores inadimplentes.

Segundo destacou o presidente da CDL-VR, Gilson Castro, o objetivo foi facilitar para quem estava inadimplente identificar onde estava devendo e, com a consulta, procurar a loja para renegociar as dívidas. Lembrou que a ideia foi incentivar a renegociação de dívidas para que o consumidor que estava inadimplente pudesse procurar o seu credor e negociar o pagamento dos débitos e voltar a comprar. “E vimos um bom resultado, pois o movimento na Avenida Paulo de Frontin e ruas adjacentes foi grande, com 80% do comércio funcionando”, declarou Gilson, ressaltando que as lojas que investiram em promoções, divulgaram o evento, ficaram bastante movimentadas. “Muitas pessoas em busca de liquidação para garantir o presente do Dia das Mães com descontos”, completou.

Vale lembrar que, além de lojas com promoções, vendendo produtos com até 70% de descontos, quem foi ao “Rua de Compras” ainda aproveitou para ver exposições de carros antigos, feirinha de artesanato e os food trucks. Várias lojas também investiram em atrações, como show de artistas regionais, recreação com super heróis e outros atrativos. Destaque também para os brinquedos para as crianças, além do espaço PET e serviços em saúde.

COMEMORANDO

Os lojistas comemoram o resultado da primeira Rua de Compras deste ano.

O proprietário de uma Papelaria, Luizmar Lacerda, é um deles. Contou que participou pela primeira vez e que o movimento foi maior do que o esperado.  “Achamos importante participar, porque ajuda a divulgar a nossa marca, atrair clientes e, claro, vender mais. Nosso movimento foi acima do esperado e aproveitamos para mostrar que ampliamos nosso mix, oferecendo produtos também festas e para o setor de delivery”, informou Lacerda.

A dona da Ondas e Trilhas, Patrícia Rodrigues, é outra que estava rindo à toa. A loja dela ficou lotada, com peças com descontos de até 70%. “Estamos muito felizes com as vendas, porque o movimento nos surpreendeu. Além disso, é uma excelente oportunidade para atrair novos clientes, não só para a nossa loja como também para o Aterrado, mostrando como o comércio daqui é variado e bem forte”, concluiu.

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !