Carteira Nacional do Artesão é entregue a mais de 70 profissionais de Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA

A Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ), por meio do Programa Estadual de Artesanato, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura (SMC), entregou nessa sexta-feira, dia 20, a Carteira Nacional do Artesão a 71 profissionais de Volta Redonda. A cerimônia de entrega aconteceu no auditório da Biblioteca Municipal Raul de Leoni, na Vila Santa Cecília.

O evento contou com as presenças do coordenador do Programa Estadual de Artesanato, Marcel Vasconcelos, o “Ceceu”; do secretário de Cultura de Volta Redonda, Anderson de Souza; deputado estadual Gustavo Tutuca; assessor especial da prefeitura, Deley de Oliveira e Bruno Bravo, representante da Agência Estadual de Fomento (AgeRio).

O documento garante acesso a microcrédito e vantagens como a participação em feiras do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB) e do Programa Estadual, capacitações, auxílio para divulgar trabalhos e benefícios com instituições parceiras, como descontos na compra de matéria-prima.

O coordenador do Programa Estadual de Artesanato, Marcel Vasconcelos, citou que o trabalho local é um produto de grande importância dentro do setor turístico, além de poderoso gerador de recursos e desenvolvimento regional. “O Programa de Artesanato Estadual tem investido na organização do segmento. A Carteira Nacional do Artesão tem como objetivo reconhecer o artesanato como atividade econômica, com foco em ações voltadas para a geração de emprego e renda. Com os cadastramentos é possível enxergar as características de cada localidade e assim desenvolver o segmento. Além disso, o documento possibilita ter acesso a linhas de crédito exclusivas, editais e exposição em feiras nacionais e estaduais”, explicou.

O secretário de Cultura de Volta Redonda, Anderson de Souza, comentou que a parceria com a Secretaria de Estado de Turismo é fundamental para o fomento do artesanato. “Estamos caminhando juntos no reconhecimento profissional aos artesãos. O artesanato faz parte da economia criativa sendo fundamental para o nosso município. A Secretaria Municipal de Cultura montou uma agenda especial, com datas das feiras de artesanato para o ano todo. Esse cronograma visa dar acesso e visibilidade para o segmento”, garantiu.

Uma das artesãs que recebeu a carteira foi Roseli Costa. Ela destacou que o documento é uma forma de valorização da profissão, e com isso, será reconhecida em editais e feiras. “A Carteira Nacional do Artesão vai me ajudar muito, com isso, vou poder expor meus trabalhos em feiras estaduais e nacionais, além de poder participar de editais. Faço meu artesanato com muito orgulho há anos e me sinto feliz em ser reconhecida com essa ação do governo”, falou.

Representando o prefeito Antonio Francisco Neto, o assessor especial da prefeitura, Deley de Oliveira, mencionou a valorização do artesanato em Volta Redonda. “Essa iniciativa garante que muitos artesãos possam criar sua própria renda, tendo acesso a políticas públicas que auxiliem este segmento. O artesanato é cultura, turismo e graças a essa ação, o artesanato não é mais um hobby, é uma profissão que está sendo reconhecida e deve ser cada vez mais valorizada no nosso município”, disse.

Para poder receber a Carteira Nacional do Artesão é preciso que a pessoa faça um pré-cadastro online, através do site: www.programadeartesanato.rj.gov.br.