Carnaval 2022: desfiles no RJ e SP são adiados para o feriado de Tiradentes

0

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO

O carnaval ainda é um assunto delicado para os brasileiros e seus representantes. Afinal, o desejo de curtir a festa ainda é grande, mas o avanço dos casos de Covid-19 também preocupa. Nesta sexta-feira, dia 21, após decisão tomada em comum acordo pelos prefeitos, foi decidido que os desfiles das escolas de samba de São Paulo e Rio de Janeiro acontecerão no feriadão de Tiradentes, no dia 21 de abril.

O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes e Ricardo Nunes, representante da cidade de São Paulo, se reuniram hoje para repensar o carnaval e decidiram adiar os desfiles. A decisão aconteceu após o avanço da variante Ômicron no Brasil. O carnaval de rua das duas cidades já havia sido cancelado.

“Orientados pelos secretários de saúde, otimistas que estão com a evolução dessa cepa nova da pandemia, acompanhando o resto do mundo de diminuição, entendemos que é prudente adiarmos para o feriado de Tiradentes em abril. Estamos confirmando a realização do carnaval em abril, decidimos adiar para o feriado do 21 de abril, tanto do Rio quando em São Paulo”, disse o prefeito Carioca.

Confira as novas datas do carnaval:

Quarta-feira, dia 20 – Primeiro dia da Série A;
Quinta-feira, dia 21 – Segundo dia da Série A;
Sexta-feira, dia 22 – Primeiro dia do grupo especial;
Sábado, dia 23, – Segundo dia do grupo especial;
Domingo, dia 24 – Desfile das Crianças;
Sábado, dia 30 – Desfile das Campeãs.

No entanto, Eduardo Paes declarou que, a princípio, o feriado de fevereiro será mantido. Confira abaixo na íntegra a nota divulgada pelas prefeituras.

As prefeituras do Rio e de São Paulo, sob a orientação de seus secretários de Saúde, optaram por adiar a realização dos desfiles das Escolas de Samba para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em abril. A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de COVID-19 no Brasil e a necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional.

O adiamento do carnaval foi decidido após uma reunião na noite desta sexta-feira, por videoconferência, em que estiveram presentes o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, o secretário de Saúde carioca Daniel Soranz, o secretário de Saúde paulistano Edson Aparecido, além dos presidentes das Ligas de Escolas de Samba de ambas as cidades.