Candidata a Prefeitura de Pinheiral fala sobre opções alternativas para desenvolvimento

0

PINHEIRAL

A candidata a prefeita de Pinheiral pelo PSB, Juliene Silva, destacou que o foco do seu governo será em política voltada para a juventude, cultura e, principalmente a economia criativa, com objetivo de expandir o município. De acordo com a candidata, a fonte de economia de Pinheiral é a administração pública, mas existem três pontos importantes que podem ser explorados, que são: espaço geográfico, produção das áreas rurais e grande quantidade de produtores culturais, tendo como ponto forte o jongo.

“Temos o básico sendo feito dentro de Pinheiral, os servidores são pagos em dia, os hospitais estão em funcionamento. Mas queremos ir além. Pinheiral é a capital do jongo e isso não é explorado, podemos transformar isso através da economia criativa e fazer do município um local mais turístico. Não existe uma cidade que tenha esse direcionamento para as questões culturais que não se lembre do jongo de Pinheiral e isso é importante”, afirmou, citando outros produtores de cultura que saem da cidade para poderem realizar o processo cultural.

Outro ponto de destaque citado pela candidata foi a possibilidade de remodelação de espaço da cidade, onde é possível repensar a organização e ser atrativo para empresas. “São poucas as cidades que possuem essa extensão e isso é um fator a ser levado em consideração”, afirmou, acrescentando que o processo da área rural também é de suma importância.

Juliene vem como candidata pela primeira vez, mas está envolvida com a política há oito anos, fazendo parte do PSB. “Comecei na Associação de Moradores, depois fui dirigente de Movimento Estudantil da Juventude e atualmente sou dirigente nacional do PSB. Fiquei dois anos trabalhando em Brasília dentro do Congresso Nacional e nos últimos dois anos eu estive na construção de políticas públicas nos governos socialistas, passando pelo Espírito Santo e Distrito Federal”, explicou, citando que todo esse tempo que passou, além de aprendizado, construiu relação política para além dos deputados e senadores do seu partido.

De acordo com a candidata, sua intenção é otimizar o funcionamento dos Postos de Saúde da Família (PSF), necessário principalmente no momento pós-pandemia. “Para conseguirmos fazer isso, queremos resgatar o que a cidade já teve há tempos, que é o atendimento a domicílio e para fazermos isso precisamos de recurso. As pessoas que estão mais distantes nas periferias precisam de mais atenção nessa parte, principalmente após a pandemia”, afirmou.

Educação

Juliene Silva, que é concursada como Mediadora Educacional, destacou que o grande problema na educação é a fase de alfabetização. Ela explica que, não apenas em Pinheiral, as unidades escolares estão focadas na aprovação e não na lógica de aprendizado. “Mas sabemos que isso se resolve com uma política de primeira infância e isso é uma responsabilidade do município. Queremos remodelar e trabalhar de forma diferente o currículo dos anos de alfabetização e educação infantil. Já temos dentro do nosso plano de governo uma iniciativa de toda essa visão, mas a ideia é que a gente construa tudo isso em conjunto, ouvindo os profissionais de educação”, destacou.

Assistência a mulher

De acordo com a candidata, ela quer oferecer também uma atenção especial às mulheres que sofrem violência doméstica. “Queremos um conjunto entre a Saúde, segurança pública e a Secretaria de Assistência Social, para construção de um comitê de acolhimento a essas mulheres. Nesse local, essas vítimas terão acesso a informação segura sobre quais órgãos ela deve procurar, quais sãos as leis, quais são seus direitos. Não é algo que demanda grande investimento econômico, mas apenas remodelação de um serviço de assistência que já acontece na pasta”, disse, finalizando que outra ideia é buscar parcerias com setores públicos e privados para poder oferecer emprego a essas mulheres.

 

 

error: Conteúdo protegido !