Campanha de doação de sangue LGBTI é encerrada com grande adesão na região

0

BARRA MANSA/VOLTA REDONDA

A primeira campanha de doação de sangue exclusiva para a população LGBTI, realizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, foi encerrada nesta sexta-feira, dia 3, com grande adesão. Também foram realizadas doações em Barra Mansa (somente no dia 29) e em Volta Redonda a ação teve início no dia 30. De acordo com a coordenadora do Centro de Cidadania LBGTI do Médio Paraíba, Francyne da Silva Francisco, a adesão na região também foi positiva.

A campanha inédita marca o Dia Mundial do Orgulho LGBTI (28 de junho) e a recente conquista, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), do direito de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexos, entre outros, de serem doadores.  “Foi com uma imensa alegria e gratidão que a gente participou dessa ação histórica, que é a campanha de doação de sangue LGBTI. A adesão na nossa região foi muito positiva. Em Barra Mansa foram aproximadamente 15 pessoas que doaram, as pessoas compareceram também no Hospital São João Batista”, destacou Francyne.

A coordenadora do Centro LGBT ainda destacou que muitas pessoas ao doarem, enviaram fotos. “É bom ver que a comunidade abraçou a causa e está orgulhosa de poder ir doar. Foi com grande satisfação que encerramos esse trabalho, pois podemos promover a cidadania e ainda salvar vidas”, afirmou.

O coordenador do Volta Redonda sem Homofobia, Natã Amorim , destacou que a campanha foi importante não apenas para dar visibilidade ao movimento, mas para reforçar que a homossexualidade não é uma doença. “A gente tem casos em Volta Redonda de filhos que não puderam doar sangue para o próprio pai. Eu espero que isso ajude a diminuir o índice de preconceito e que não haja mais constrangimento as pessoas que querem ser voluntárias e salvar vidas”, finalizou.

error: Conteúdo protegido !