Caminhoneiros em estado de alerta

1

BARRA MANSA

Cerca de 15 caminhoneiros estão as margens da Rodovia Presidente Dutra, na altura do km 276. O motivo é pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) que realiza hoje uma audiência pública para discutir a política de preços mínimos de frete. A reunião foi convocada pelo ministro Luiz Fux e acontece a partir das 14 horas, no STF.

A tabela de preços mínimos foi uma das medidas estabelecidas pelo governo federal em beneficio dos caminhoneiros para encerrar a paralisação do setor, ocorrida em maio.

De acordo com o autônomo Gilson Mazarope, a intenção é alertar as autoridades. “É um ato pacífico, visando chamar atenção, o tabelamento do frete, com valor mínimo, foi uma grande conquista e não pode ser tirada de nós. É uma forma de sustentar nossas famílias, além de ajudar na manutenção dos veículos”, citou.

O caminhoneiro Massao Sassaki, também concorda. “Querem colocar preço no nosso trabalho, não é justo. Somos nós que estamos na estrada diariamente correndo riscos. Nossa briga é para manter o piso, se votarem negativamente, vamos entrar em paralisação”, disse.

1 comentário

error: Conteúdo protegido !