Câmara de Barra Mansa vota projeto de lei que nasceu no Câmara Jovem

0

BARRA MANSA

Será votado em segunda discussão durante sessão desta terça-feira, às 19 horas, projeto de lei assinado pelo vereador Wellington Pires (PP), que institui o projeto Humaniza-se nas escolas do município. A iniciativa é de autoria da jovem Letícia Almeida, participante da primeira edição do projeto Câmara Jovem no ano passado.

O Câmara Jovem foi pensado pelo vereador Wellington Pires e tem o objetivo de conscientizar a juventude sobre a importância de exercer sua cidadania. Os vereadores jovens atuam como parlamentares durante um período, fazendo proposições para o município, dando uma visão renovada sobre as necessidades de Barra Mansa. Durante o projeto, eles participam de atividades preparatórias, que os conscientiza sobre o trabalho e a importância do legislativo e ao final propõem projetos de lei que podem ser colocados em prática na cidade. Um deles é escolhido para virar lei.

E o primeiro projeto de lei proposto no ano passado será votado amanhã pelos vereadores. O Humaniza-se será realizado semestralmente por cada unidade escolar e supervisionado pelo órgão competente do Poder Executivo. O programa promoverá debates com os seguintes objetivos: despertar nos alunos o senso crítico, promover o respeito ao próximo, discutir questões sociais, culturais e econômicas.

O projeto seria votado na sessão de sexta-feira, 14, mas foi retirado de pauta para que a vereadora jovem pudesse estar presente. O que acontecerá amanhã. Segundo Wellington Pires, o projeto seria um debate entre os alunos das escolas, orientados pelos professores ou funcionários. “Tais debates levarão os alunos a um conhecimento maior sobre determinado assunto. Com isso, podemos até interromper um ciclo de violência, por exemplo, preconceito, que esteja acontecendo em determinada unidade escolar. Além do que, fico satisfeito em ver que de fato é um fruto do projeto Câmara Jovem, que veio para estimular o desenvolvimento da cidadania, valorização de outra pessoa, e conseguimos”, concluiu o parlamentar.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !