Caixa d’água que apresenta vazamentos recebeu manutenção, mas moradores denunciam continuidade do problema

0

PIRAÍ/ VOLTA REDONDA

O A VOZ DA CIDADE realizou uma matéria no dia 21 de fevereiro, onde moradores do morro da caixa d’água no bairro Santa Cruz, denunciavam vazamentos em um reservatório de água com capacidade para três milhões de litros. Alguns dias depois funcionários do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) estiveram no local para realizar um serviço de impermeabilização, no entanto, o serviço não resolveu o problema do tangue, que continua vazando. Agora os moradores estão fazendo um abaixo assinado, que já tem cerca de 100 assinaturas, contra os serviços prestados pelo órgão e exigem que seja realizada uma manutenção pelo lado de dentro do reservatório.

Na época, os moradores afirmaram que o tanque começou a vazar logo após um serviço do Saae, onde foram realizados vários buracos na caixa. Na nota enviada pela assessoria de comunicação do Saae, o órgão informou que a estrutura não oferece risco, no entanto a informação não tranquilizou.

Segundo a moradora Lizandra Moratelli, além de coletar as assinaturas, protocolará um ofício exigindo uma solução eficiente para o problema. “Eles apenas passam o cimento por fora, mas assim a caixa continua vazando de qualquer maneira. Deve ser feita uma manutenção pelo lado de dentro”, afirmou.

Questionados, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto informou que foi aplicado um impermeabilizante de secagem rápida sobre os locais que apresentavam infiltrações e que estão verificando se há novas infiltrações e caso sejam constatadas, o problema será resolvido.

O equipamento será reinstalado em até 30 dias Foto Divulgação

TANQUE D’ÁGUA EM PIRAÍ

Os moradores da Rua do Cruzeiro, do Morro Sarole, também procuraram o A VOZ DA CIDADE para denunciar uma caixa d’água que transbordava há mais de 15 anos. De acordo com a denúncia, a água já havia se infiltrado no solo e danificou várias residências. No entanto, a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), responsável pela distribuição de água do município, esteve no local e realizou rapidamente a retirada do tanque para a fazer uma manutenção. De acordo com o órgão, O equipamento será reinstalado em até 30 dias.

A base do tanque estava corroída. Segundo uma moradora, Jéssica Ribeiro Brum, depois que a retiraram o tanque, ficou explícito que ele necessitava urgentemente de manutenção. “Eles retiraram o tanque rapidamente e para nós foi algo satisfatório, pois tínhamos medo que alguma tragédia acontecesse”, comemorou a atitude da Cedae.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !