Brasil marca dois gols em jogo contra a Sérvia na Copa do Mundo do Catar

0

BARRA MANSA

E o Brasil começou com o pé direito na Capa do Mundo do Catar. O atacante Richarlison marcou duas vezes contra a Sérvia pela primeira rodada do Grupo G da Copa do Mundo, no Estádio Lusail. O Brasil teve 24 finalizações, dez delas na direção do gol, e a Sérvia chegou uma única vez.

O próximo jogo do Brasil é na segunda-feira, dia 28, às 13 horas contra a Suíça, que venceu Camarões pelo placar de 1 a 0. E se depender da torcida da região, o Hexa já é certo.

O grande nome da estreia da Seleção na Copa do Mundo foi Richarlison, autor dos dois gols, sendo um deles um golaço, de voleio. O ponto de preocupação é Neymar, que saiu de campo chorando e já começou tratamento com gelo no tornozelo. Médico fala de entorse.

A seleção brasileira teve o controle da partida desde o início, mas não conseguia furar o bloqueio sérvio. Raphinha teve a melhor chance do primeiro tempo, mas bateu fraco. Alex Sandro acertou a trave já na segunda etapa, mas foi então que Richarlison entrou em ação

O camisa 9 da seleção brasileira aproveitou jogada de Neymar, chute de Vini Jr e rebatida do goleiro Vanja para provar toda sua presença de área e abrir o placar. Depois, Vini Jr recebeu pela esquerda e serviu o Pombo, que viu a bola subir no domínio e não teve dúvidas: virou um voleio espetacular para ampliar e fechar a conta para o Brasil.

‘Sua Copa é na Fazenda da Posse’

Um dos lugares para assistir ao jogo foi a Fazenda da Posse que recebeu o evento ‘Sua Copa é na Fazenda da Posse’.  Com apoio da Prefeitura Municipal, a Fundação Cultura (FCBM) promove o evento nos próximos dias 26, 27 e 28. Os dias de atração vão contar com diversos shows, área para as crianças, food trucks, cervejas artesanais e um telão para acompanhar os jogos e aproveitar com a família e amigos. A Fazenda da Posse é localizada no bairro Barbará e o evento é livre para todos os públicos, com entrada franca.

A administrativa Lívia Rocha, 37, está otimista com a seleção. “Após tantas tristezas, espero ter esta felicidade, de poder comemorar o título. Seria um alívio para o brasileiro”.

Quem compartilha do mesmo sentimento é a artesã Ester Rodrigues. “Vivemos um período muito difícil com a pandemia do Covid, perdemos muitas pessoas queridas, tivemos momentos difíceis no cenário político, econômico. Então, este é o momento que podemos celebrar, se o Brasil será hexa não sabemos. Mas vamos aproveitar o momento e confraternizar”, analisa.