Botânico visita Pedreira Voldac em Volta Redonda e aprova o local

0

VOLTA REDONDA

Interessado em ingressar na equipe de voluntários da Equipe Ambiental do Movimento Pela Ética na Política (MEP), o biólogo e educador Fernando Moura, que é consultor especialista em botânica, fez sua primeira ‘visita técnica’ à Pedreira da Voldac, em Volta Redonda. O trabalho de campo foi acompanhado por Fernando Pinto e Michel Bastos,  pesquisadores da coordenação ambiental do MEP.

O biólogo, que é também consultor em regeneração florestal e agricultura sustentável, se declarou encantado com o local. “Estou encantado. Entrar em um ambiente cercado pela cidade símbolo de   desenvolvimento ‘agressivo e intenso’, marcado por uma das maiores indústria da América Latina, e ver um espaço protegido, parece mais uma ‘ilha’ deslocada. É como se entrássemos em um ambiente paralelo”, comentou Fernando, diante do paredão rochoso de mais de 30 metros de altura.

Fernando, acrescentou ainda que a riqueza de fauna e flora, do pouco que analisei é fantástica. Lembrou que os diferentes tipos de árvores é a clara ligação com a dispersão de sementes por aves, as plantas comestíveis raríssimas nos espaços urbanos, a regeneração natural w outros. “Magnífico refúgio. Porém, é fundamental conservar o espaço”, disse o botânico ressaltando que o Poder Público pode orientar tecnicamente pequenas intervenções, cuidando e transformar, sim, o local em Monumento Natural (MONA), protegido. O botânico fez questão de registrar plantas de uso tradicional como o mastruz, pariparoba, wassabi, figueiras, canelas, entre outras raras de encontrar em área urbana. “A área guarda potencialidades incríveis”, concluiu Moura,quando admirava a coruja gigante, Jacurutu, raríssima no Brasil.

DOCUMENTO TÉCNICO

Diante do interesse e visão acadêmica do especialista, Fernando Pinto, doutor em ecologia, coordenador da Equipe Ambiental do MEP, solicitou ao Fernando Moura, que colaborasse com a equipe para incorporar ao Projeto MONA, elementos ligados à área de botânica e ecologia florestal. Moura, prontamente aceitou o desafio. “Pode contar comigo, vou me integrar à equipe, preparo do documento técnico e envio, sim”, concluiu.

 

error: Conteúdo protegido !