Bolsonaro deve inaugurar cascata de urânio na INB, em Resende

0

RESENDE

A Indústrias Nucleares do Brasil (INB) promove hoje, às 15 horas, a inauguração da oitava cascata de ultracentrífugas, na Fábrica de Combustível Nuclear (FCN), em Engenheiro Passos. Segundo a INB, o evento tem a expectativa de participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, dentre outras autoridades do Governo Federal, da Marinha do Brasil e representantes do setor nuclear. Com a iniciativa, a INB aumentará em 20% a produção de urânio enriquecido no país, sendo possível produzir 60% do necessário para abastecer a Usina Nuclear de Angra 1.

Bolsonaro deve cumprir agenda no município na tarde desta sexta-feira – Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Com o aumento da produção, a INB somará o equivalente a R$6 milhões de economia de divisas ao montante de R$36 milhões anuais já economizados com a produção das sete cascatas em funcionamento. A cada avanço na ampliação da Usina de Enriquecimento de Urânio, a INB reduz a necessidade de comprar urânio enriquecido no exterior para a produção de combustível para as usinas nucleares nacionais.

A inauguração faz parte da primeira fase da implantação da Usina de Enriquecimento Isotópico de Urânio, um projeto em parceria com a Marinha do Brasil, que visa a instalação de dez cascatas ultracentrífugas. Previsto para ser concluído em 2021, ao final, o projeto atenderá 80% da demanda de Angra 1. A nona cascata está com parte da estrutura pronta, aguardando instalação da ultracentrífuga pela Marinha. A previsão é que seja inaugurada no final de 2020.

A INB produz urânio enriquecido a até 5% em peso do isótopo 235 para a fabricação dos combustíveis que abastecem as usinas de Angra 1 e 2 e, no futuro, Angra 3.A tecnologia de enriquecimento do urânio, pelo processo da ultracentrifugação, foi desenvolvida no Brasil pelo Centro Tecnológico da Marinha de São Paulo, em parceria com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

error: Conteúdo protegido !