BMBIKERS se destaca em campeonato paulista e volta com títulos para Barra Mansa

0

BARRA MANSA

Neymar. Thiago Silva. Seleção Brasileira. Copa do Mundo? Que nada! O final de semana foi de ouro sim, e com grade destaque para os ciclistas de Barra Mansa, que através do BMBIKERS se consagraram campeões do Campeonato Paulista 2018, que aconteceu neste sábado, 23, e domingo em São Carlos, em São Paulo. A competição foi aberta a atletas federados em dia com a entidade na temporada 2018. Houve ainda o Campeonato Paulista Amador 2018, para atletas iniciantes, nas disputas de Estrada e MTB, em uma grande confraternização do esporte. De Barra Mansa, as medalhas foram garantidas para os atletas Gustavo Colombiano (Batata) e o Vinicius Azevedo (Pingüim), que foi o campeão paulista.

O melhor do ciclismo paulista nas modalidades Contrarrelógio Individual (CRI), Estrada e MTB Cross Country (XCO) foi programado por uma etapa única, com provas no Parque Eco-Esportivo Damha, para Estrada e CRI, e no Santa Trilha Bike Parque, para o MTB. Foi a maior disputa da temporada e, no caso da Estrada, preparatório para a tradicional Prova Ciclística 9 de Julho.

Nossa equipe conversou com Vinicius Azevedo (Pinguim), que foi o campeão paulista. Ele, que retorna na segunda-feira para Barra Mansa, explica que sua categoria compreende os atletas de 30 a 34 anos e ele está federado em São Paulo, pois mora em Bananal, mas sua vida toda é em Barra Mansa. “Estou satisfeito, feliz, um pouco cansado, mas valeu demais”, disse.

Gustavo, que participou sábado da competição, também está super próspero com a vitória e após o campeonato foi com Pingüim e outros amigos comemorar o titulo em um pesque-pague.

A medalha também foi garantida para o atleta Gustavo Colombiano (Batata) – Divulgação

BMBIKERS

O A VOZ DA CIDADE conversou com Beto Bhering, presidente do BMBIKERS, que contou que o grupo existe há aproximadamente uns 10 anos. “Temos 99 participantes. A maioria pedala com regularidade, mas recreativamente. Esse esporte, além dos benefícios físicos e mentais já conhecidos por todos, tem uma grande capacidade de unir pessoas e fazer amigos de verdade. Só por isso já vale o esforço de se dedicar a bike”, comentou Beto.

Segundo ele, uns 20% do grupo treinam com planilha, orientados por treinadores reconhecidos no país.  “Nos últimos cinco anos temos participado mais assiduamente de competições nacionais de MTB (mountain bike)”, confessou

O presidente do grupo explica que a dedicação aos treinos aumentou bastante desde 2014. “Quando levamos uns 20 participantes na maior Ultramaratona das Américas, o BRASIL RIDE, que ocorre na Bahia e tem participação de atletas de vários países do mundo. Desde então, sempre somos representados nesta prova. Em 2016 levamos oito duplas e este ano iremos com mais menos esse número de ciclistas”, disse Beto, explicando que o gruo já teve representantes na maior Ultramaratona do mundo, o Cape Epic (África do Sul) em 2014 (1 atleta) e 2017 (2 atletas).

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !