Blitz do Detran em Barra Mansa autua quase 30 veículos

8

BARRA MANSA

Aconteceu ontem, 18, a primeira blitz do Detran, em Barra Mansa, após mudanças implantadas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, referentes às vistorias dos veículos. Ao todo foram 63 veículos abordados, destes, 28 foram autuados e 10 precisaram ser removidos. A equipe esteve de 9 horas até às 12h40min em frente ao Cemitério Municipal, na Avenida Domingos Mariano.

A maioria dos autuados foi por falta de licenciamento, um total de 11. Dos veículos que precisaram ficar retidos, quatro conseguiram sanar a irregularidade no local e foram liberados. Um dos veículos que ficou retido, além de está com mau estado de conservação e licenciamento atrasado, o condutor não era habilitado, e, estava transportando uma criança sem observância das normas de segurança.

A Operação Detran Seguro conta com ações diárias, inclusive aos sábados e domingos, na capital e no interior do estado. As ações são realizadas durante o dia, sem ter a data divulgada previamente.

A maioria dos autuados foi por falta de licenciamento, um total de 11 – Foto Fábio Guimas

Quando o carro fica retido?

Depois que o atual governo fez modificações na forma como as vistorias aconteceriam no Estado do Rio de Janeiro, muitos ficaram em dúvida sobre como os procedimentos aconteceriam. O A VOZ DA CIDADE esclarece algumas delas.

Caso seja identificada alguma irregularidade, o veículo é liberado se o problema for sanado em prazo determinado pelos responsáveis pela blitz. O veículo não é apreendido se tiver segurança para circular, mas o certificado de licenciamento anual será recolhido. Para reaver o documento, o proprietário recebe um recibo, assinalando a entrega do CRLV, e tem entre três e sete dias úteis para se apresentar ao Detran regularizado.

De acordo com a coordenadora de equipe da operação Detran Seguro, Adriana Faria, em entrevista ao jornal, a remoção do veículo acontece quando ele está em mau estado de conservação e o condutor não consegue sanar no local a irregularidade. “Se o pneu está careca, nós damos um prazo, por exemplo, de uma hora, para que o condutor possa trocar esse pneu. Se ele conseguir, ele vai seguir viagem, pois ele sanou a irregularidade que poderia comprometer a segurança viária. Se ele não conseguir sanar, ele não poderá seguir com o veículo”, explicou.

Algumas das características de má conservação são: Pneu careca, uma parte cortante solta na lataria, ausência de retrovisor, para-brisa estilhaçado, entre outras irregularidades que podem ocasionar acidentes. Adriana ainda explicou que o condutor que tem o veículo apreendido, sai com uma guia de remoção de veículo e é orientado sobre o que deve fazer para poder reaver o bem.

8 Comentários

  1. Brasil é uma vergonha, muitos políticos roubando e trabalhadores sendo atuados com multa ,nem estrada ,nem pedágio nem combustível , estacionamento nada presta agora mas pressão encima do povo ,melhor não ter carro só prejuízo.fala sério ,tudo pra ferra mesmo com o brasileiro,melhor é ir pra outro país isso sim .

error: Conteúdo protegido !