Beber água é fator fundamental para saúde do corpo humano

0

BARRA MANSA

Maior componente do corpo humano, a água é responsável por manter os órgãos em bom estado e funcionando corretamente, por isso é preciso analisar a importância da hidratação. Em dias de extremo calor, é ainda mais importante manter a nutrição em dia.

A água compõe a maior parte das células do organismo do corpo humano, também, ajuda a lubrificar o cérebro e articulações, amortecendo impactos. Além de transportar nutrientes e carregar resíduos para longe das células do corpo, beber água também ajuda a regular a temperatura corporal através da redistribuição de calor a partir da pele e da transpiração.

A água é o maior componente do corpo humano: Ela representa normalmente 60% do peso de um adulto masculino, nas mulheres a porcentagem fica entre 50% a 55%, por causa da maior proporção de gordura corporal. Os músculos e o cérebro possuem cerca de 75% de água, o sangue e os rins possuem 81%, o fígado possui perto de 71%, os ossos cerca de 22% e o tecido adiposo por volta de 20%. Esses são só os principais componentes do nosso organismo que mostram a importância da hidratação. A maior parte da água localizada no corpo humano se encontra dentro das células (praticamente ⅔) e o restante se encontra fora delas, nos espaços entre as células e o plasma sanguíneo.

De acordo com a nutricionista Raphaela Rocha, a hidratação corporal depende do equilíbrio entre a entrada e saída de água, que estão sob controle homeostático e mecanismos que modificam as vias excretoras e estimulam o consumo (sede). Assim, a importância da hidratação segue uma lei natural do organismo: se ele precisa de água, sentimos sede, caso a água esteja sobrando, ela será eliminada. “Em dias de calor extremo, a regra de consumir – ao menos – dois litros de água por dia deve ser seguida à risca para evitar a desidratação e a consequente dificuldade do organismo realizar funções vitais que vão da boa digestão dos alimentos e o transporte de nutrientes até funcionamento dos rins. Isso porque no verão as pessoas transpiram mais e estão mais tempo sob o sol”, cita.

Como o corpo também perde água: Suor – 23%; urina – 58%; fezes – 4% e respiração – 15%.  O organismo produz, em média, 7 litros de liquido por dia – entre saliva, suco gástrico e bile – e o intestino absorve nove litros.

Desidratação mata

Caracterizada pela baixa concentração de água, sais minerais e líquidos orgânicos no corpo, a desidratação, de acordo com seu grau, pode matar. Por isso o corpo dá sinais que está precisando de água. O primeiro deles é a sede. Nas fases leve e moderada, os sinais de desidratação são sede, boca e pele secas, diminuição da sudorese, câimbras. Já na fase grave, os sintomas são dor de cabeça, tontura, confusão mental, fraqueza, cansaço e aumento da frequência cardíaca são alguns sintomas da desidratação grave.

Alguns sinais de que seu corpo pede água: Sensação de fadiga, confusão mental e câimbras; prisão de ventre; pele e cabelo sem elasticidade; falhas cognitivas, como perda de memória; urina escura e infecções urinária (eliminamos, pela urina, as bactérias do trato urinário); doenças respiratórias (a água umidifica o sistema bronco-pulmonar e facilita o transporte de oxigênio).

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !