Bebê é encontrado morto em aterro sanitário em Vassouras  

0

VASSOURAS

Um crime bárbaro está sendo investigado pela equipe da 95ª Delegacia de Polícia (DP) de Vassouras e ganhou grande repercussão em toda a mídia hoje diante da crueldade. Um corpo de um bebê, recém-nascido, foi encontrado na manhã desta quarta-feira, dia 25, em um aterro sanitário que fica na cidade, no bairro Cananéia. O local é responsável pelos resíduos de outros três municípios e o cadáver do bebê foi localizado por funcionários após ter sido feito o descarregamento de três caminhões, sendo o último deles com lixo de Rio das Flores. A vítima estava sem a cabeça. Ninguém foi preso e a causa da morte será apurada.

O aterro fica na Estrada Teixeira Leite e é administrado pelo Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos do Vale do Café (Convale), atendendo também os municípios de Barra do Piraí e Valença.

Logo que encontraram o corpo do bebê, por volta das 10 horas, os trabalhadores do aterro fizeram contato com a Polícia Civil e com os agentes do 10° Batalhão de Polícia Militar, sendo realizada uma perícia no local. Uma equipe do Corpo de Bombeiros também foi acionada, confirmando que se tratava do corpo de ma criança decapitada.

Ao longo de toda a tarde, os policiais permaneceram no local periciando o terreno. O cadáver do bebê foi removido pela equipe do Corpo de Bombeiros para o Instituto Médico Legal (IML) do bairro Três Poços, que fica em Volta Redonda. Na unidade, será realizado um exame cadavérico para levantar a causa da morte.

O A VOZ DA CIDADE fez contato com a equipe do Convale, mas não teve retorno até o fechamento deste conteúdo.

DELEGADO FALA SOBRE O CASO

O A VOZ DA CIDADE conversou com o delegado titular da 95ª DP, Luiz Jorge Rodrigues, responsável pela investigação. “Fomos surpreendidos aqui em Vassouras nesta quarta-feira com o encontro do corpo de um bebê, supostamente recém-nascido, em avançado estado de decomposição. O que acabou chamando atenção de urubus e consequentemente, dos funcionários do local”, disse, confirmado que a criança estava sem a cabeça e que aparenta ter entre quatro e seis meses.

O delegado contou que foi apurado que três caminhões fizeram o despejo de lixo no local, dois deles de Barra do Piraí, e o último de Rio das Flores. “O que nos direciona a essas cidades, principalmente a última”, frisou.

Ele explicou que foi feita a perícia no local e que será expedido ofícios para maternidades de todos os municípios atendidos pelo Convale sobre os recentes nascimentos. Também será aguardado o resultado do IML sobre  a causa da morte.

A Polícia Civil conta com o apoio da população para as investigações, e denúncias podem ser feitas por meio do telefone (24) 2253-1177. “Quem souber de alguém que diz ter tido um aborto recente ou que não esteja vendo o filho da pessoa, ou algo suspeito, faça contato de forma anônima para que consigamos elucidar esse caso e chegar a autoria do mesmo”, pede o delegado.