Barreiras sanitárias controlam acessos a Porto Real para conter coronavírus

0

PORTO REAL

A prefeitura iniciou nesta quinta-feira, dia 09, a operação de barreiras sanitárias nos principais acessos ao município, em mais uma ação de combate ao novo coronavírus (Covid-19). Para facilitar o controle de acesso, as entradas secundárias do município foram fechadas. Do total de dez entradas do município, apenas cinco permanecerão abertas, sendo que nesses pontos haverá barreiras sanitárias, para checagem de sintomas da Covid-19 por um profissional de saúde. A operação é uma ação conjunta das secretarias de Ordem Pública e de Saúde e da Secretaria de Obras.

Do total de dez entradas do município, apenas cinco permanecerão abertas-Alexandre AJ

Durante o tempo que durar a operação, a temperatura dos passageiros dos veículos é checada e moradores da cidade que apresentaram febre ou relataram sintomas da doença são encaminhados às unidades de saúde do município. Já os passageiros não residentes com sintomas da Covid-19 foram impedidos de ingressar no município.

“Temos dez entradas no município. Fechamos apenas as secundárias e as principais tem pontos de controle de acesso. No decorrer da operação entendemos que a Ponte Francisco Fonseca precisou ser liberada, por solicitação dos produtores rurais, pois há muitos que dependem exclusivamente do local para o desenvolvimento do trabalho no campo. Agradecemos a compreensão da população e pedimos desculpas pelo transtorno que é inegável, porém indispensável nos dias em que estamos vivendo”, disse o prefeito Ailton Marques, que acompanhou as operações durante toda esta quinta-feira, dia 09, e agradeceu a dedicação dos servidores municipais envolvidos.

O secretário de Ordem Pública, Carlos Machado, destacou a importância das orientações dadas aos motoristas de carretas e caminhões. “Vale lembrar que as carretas, caminhões e ônibus de funcionários de empresas também estão sendo orientados, a seguirem por uma rota planejada, a fim de evitar a circulação de pessoas de regiões com maior incidência da doença no município”, informou Machado.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !