Barra Mansa realiza reunião para reativar o Conselho de Turismo

1

BARRA MANSA

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Informação de Barra Mansa promove hoje, às 9 horas, no auditório da Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços (Aciap-BM), a reunião para providenciar a reativação do Conselho Municipal de Turismo (Comtur).  Estarão presentes os representantes das áreas de hospitalidade, cultura, esporte, meio ambiente, segurança e transportes, além de outros setores que trabalham integrados à indústria de viagens e turismo.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento, Agnaldo Raymundo, o Comtur está desativado desde 2012 e tem fundamental importância para a economia e o turismo local. “É muito importante a reativação do Comtur, o que garante estarmos no Mapa do Turismo do Brasil e assim, obtendo todos os tipos de recursos do Ministério do Turismo. Está desativado desde 2012 e fazem parte do Conselho as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico, Fazenda, Planejamento Urbano, Desenvolvimento Rural, Assistência Social e Juventude, Esporte e Lazer; CDL, Sicomércio, Aciap, Sesc, Senac, Sebrae, Firjan, UBM, Sindicato Rural e o Sindicato dos Hotéis, Bares e Similares”, explica.

Na reunião acontecerá a indicação e a votação para a composição do Comtur, órgão instituído no município pela lei 3.402/03. “Estamos confiantes de que Barra Mansa pode obter uma série de oportunidades junto ao Ministério do Turismo, voltadas para o desenvolvimento do turismo cultural, de aventura, esporte, religioso e de negócios”, complementa Agnaldo Raymundo.

O Mapa do Turismo é o instrumento instituído no âmbito do Programa de Regionalização do Turismo, a fim de orientar a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento das políticas públicas na área. Em janeiro o MTur divulgou o Programa de Regionalização do Turismo, documento orientador com os novos critérios, compromissos e recomendações que deverão ser observados pelos municípios que visam integrar o Mapa do Turismo Brasileiro 2019. O Mapa baseia a criação de políticas públicas e a destinação prioritária de recursos do Ministério do Turismo, com foco no desenvolvimento regional do setor.

A Fazenda da Posse é um dos atrativos turísticos de Barra Mansa – Foto: Chico de Assis/PMBM

A gerente de Turismo da Secretaria Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Informação e presidente do Conselho Regional de Turismo do  Vale do Café (CitVale), Bhela Santos, disse que o Mapa do Turismo é o principal instrumento de convergência das ações capitaneadas pelo Ministério em parceria com estados e municípios. “É um modelo participativo de gestão e desenvolvimento, que observa características peculiares de demanda de cada município. Este ano, só estará no Mapa do Turismo Brasileiro as cidades que estiverem com seus Conselhos ativados e as regiões que possuam Instâncias de Governança Regional. No nosso caso, a instância é o CitVale”, salientou Bhela.

A fazenda possui a riqueza e padrão do período colonial brasileiro

CONSELHO

Uma das principais atribuições do Conselho Municipal de Turismo é avaliar e manter iniciativas integradas que permitam a consolidação do turismo como vetor econômico local, com foco no aproveitamento do potencial turístico do município.  Através do Comtur é possível constituir um Fundo Municipal de Turismo visando agilidade e autonomia à sua gestão. Os recursos do instrumento, vinculado à prefeitura local, podem ter origem pública e/ou privada, a partir de ações a exemplo de convênios, doações, taxação de atrativos e dotações orçamentárias.

Dentre as ações empreendidas para o desenvolvimento da atividade turística no município, que tem foco no fortalecimento dos segmentos do turismo histórico-cultural, turismo de negócios e eventos, turismo rural e ecoturismo, destacam-se: Fomento aos investimentos diretos e geração de novos negócios turísticos e apoio para manutenção e crescimento dos empreendimentos já existentes; Elaboração, coordenação e operacionalização de programas e projetos que visem o desenvolvimento do turismo local; Apoio técnico para desenvolvimento e consolidação de atrativos turísticos naturais e culturais e para a formatação de roteiros turísticos com padrão de qualidade; Divulgação e promoção institucional de Barra Mansa como destino turístico da Região Vale do Café, inclusive na mídia especializada e nos principais eventos do turismo no país, com o intuito de manter o mercado turístico permanentemente atualizado sobre a oferta turística local;

A atuação junto aos mercados emissores consolidados e/ou potenciais; Articulação com entidades governamentais, não governamentais e da iniciativa privada para ações estratégicas de fomento ao turismo; Atendimento a turistas, principalmente na prestação de informações turísticas; Sensibilização e conscientização da população sobre a oferta turística local e potencialidades do turismo como atividade socioeconômica.

1 comentário

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !