Barra Mansa reúne mais de 800 pessoas na primeira etapa do Circuito Sesc de Corridas

0

BARRA MANSA
Mesmo a manhã fria deste domingo, dia 26, não desanimou mais de 800 pessoas que participaram da primeira etapa do Circuito Sesc de Corridas 2018, em Barra Mansa. Eles se concentraram às 7horas em frente à unidade local do Serviço Social do Comércio, no bairro Ano Bom. A fanfarra carioca “MeA Brass Band” animou o público antes da largada, que aconteceu às 9 horas, e os técnicos do Sesc conduziram alongamento e aquecimento coletivos.
Os corredores percorreram 6 quilômetros passando pelas principais vias do bairro. Quem preferiu caminhar, fez metade do percurso. Ao cruzarem a linha de chegada, do primeiro ao último, os participantes recebiam medalhas, já que na prova realizada pelo Sesc RJ todos foram considerados vencedores. “Quando anunciamos, antes da largada, que a corrida não teria uma premiação especifica para os primeiros colocados, e sim para todos que estavam ali, vencendo um desafio pessoal, todo mundo aplaudiu e achou pertinente, já que o mais importante é a adoção de hábitos saudáveis, como a corrida e a caminhada, e a superação dos obstáculos da vida”, frisou o gerente de Lazer do Sesc-RJ, Fernando Alves da Silva.
Em vez da premiação aos primeiros colocados, o Sesc optou por levar ao pódio aqueles que se destacaram pelo seus exemplos de superação. Entre eles, estavam Alexandre Muller de Almeida, 15 anos, de Barra Mansa. O jovem, que tem sequelas neurológicas em razão do parto pré-maturo, cruzou a linha de chegada em sua cadeira de rodas, conduzido pela mãe Ângela Muller, de 55 anos.
“Ele faz natação aqui no Sesc, a equipe de esporte coloca ele para participar de tudo, e essa interação o ajuda muito. É possível observar uma grande melhora no quadro dele. Participando dessas atividades, como todos os outros, ele adquire mais confiança e sabe que é capaz”, avaliou a mãe do jovem.
Elizabeth Cardoso Raposo, 72 anos, do Rio de Janeiro, também foi reconhecida pela sua trajetória de luta. Acostumada a praticar atividades de bem-estar e condicionamento físico no Sesc Ramos, não teve maiores dificuldades em percorrer o trajeto, já que na vida já venceu dois cânceres e uma artrose lombar.
“Atividade física para mim é alegria, é estar com os amigos. Não faço só corrida. De terça a sexta-feira eu estou no Sesc fazendo hidroginástica, alongamento e relaxamento, não perco nada”, disse, orgulhosa.
Pelos seus exemplos de superação – todos relacionados a problemas de saúde superados – também foram homenageados Itamar de Oliveira Sales, de Barra Mansa, Danielle Passos, de São João de Meriti, Luzia Salette Costa Francisco, de Nova Iguaçu, e Aurora Alves Pereira, de Niterói.
Os tempos dos participantes assim como informações sobre as próximas etapas estão disponíveis no site circuitodecorridas.sescrio.org.br.
TRÊS TONELADAS DE ALIMENTOS
A organização do Circuito Sesc de Corridas estabeleceu que em vez de pagar inscrição, o participante deveria doar cinco quilos de alimentos não-perecíveis (4 com Cartão Sesc RJ). O resultado foi uma arrecadação de mais de 3 toneladas de alimentos. Os donativos serão revertidos ao programa Mesa Brasil Sesc, que por sua vez os repassa a instituições assistenciais. São mais de 300 entidades cadastradas no programa no estado do Rio de Janeiro atendendo a pessoas em condições de vulnerabilidade social.

error: Conteúdo protegido !