Barra Mansa lança projeto ‘Aceleração de Pequenos Negócios’

0

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) e empresários de pequenos negócios terão a oportunidade de realizar consultoria presencial e online fomentando seu empreendimento, através do projeto Aceleração de Pequenos Negócios. De iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, o projeto visa preparar os empresários e empreendedores para o futuro. O lançamento ocorre nesta quarta-feira, dia 12, às 18 horas, no Instituto Cultural Municipal.

O município de Barra Mansa possui mais de 10 mil MEIs cadastrados, sendo que quase sete mil estão ativos, movimentando a economia regional. “Através dessas consultorias, eles serão capacitados, através do conhecimento adequado para crescer, prosperar, empregar mais pessoas e auxiliar no desenvolvimento não só da cidade, mas de toda a região”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agnaldo Raymundo.

Para o gerente do Centro de Atendimento ao Trabalhador e Empreendedor Individual, Lucas Andrade, o projeto Aceleração de Pequenos Negócios permitirá a estruturação e o desenvolvimento do negócio e o participante poderá obter linhas de financiamento disponibilizadas por órgãos públicos, como a Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro (AgeRio). “O microempreendedor estará mais preparado e consciente de onde, como e quando investir”, frisa.

A aceleração dos negócios será desenvolvida em etapas, a partir da seleção das participantes conforme o perfil seja uma empresa constituída e não formalizada ou aquelas conduzidas pelos MEIs e microempresas. Ao menos 10 empresas serão selecionadas para o treinamento.

Segundo o governo, as empresas e empreendedores interessados em participar devem realizar inscrição até o dia 21, no Sistema Nacional de Empregos (Sine), situado à Rua Luis Ponce, nº 263, Centro, de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 16 horas.

Serão seis encontros semanais com início em outubro onde ocorrerá a capacitação dos participantes, abordando temas como o trabalho em equipe e liderança, a gestão de marca, vendas e marketing, finanças e planos de negócios e a apresentação direta e curta (pitch), com o objetivo de vender a ideia da startup para um possível investidor. Segundo o governo municipal, a última etapa consiste na elaboração de um Plano de Negócios com o objetivo de documentar o funcionamento da empresa, auxiliar na fixação do aprendizado recebido nos encontros e consultorias e ter uma apresentação pronta quando foram em busca de investimento.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !