Barra Mansa estabelece restrições temporárias para funcionamento de bares e restaurantes

0

BARRA MANSA

Neste sábado, o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, assinou um decreto que estabelece restrições temporárias, pelo prazo de dez dias para funcionamento de bares e restaurantes na cidade. O novo decreto determina algumas restrições de funcionamento desses estabelecimentos a fim de evitar as aglomerações e a propagação do coronavírus na cidade.

No Decreto 9.904, datado de 11 de julho, que entrará em vigor na data da sua respectiva publicação consta que para o funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres, restabelecido pelo artigo 4º do Decreto Municipal nº 9.884 de 10 de junho de 2020 – “fica autorizado o funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimento congêneres, limitando o atendimento ao público a 50% (cinquenta por cento) da sua capacidade de lotação, com a normalidade de entrega e retirada de alimentos no próprio estabelecimento, devendo haver disponibilização de álcool 70%, ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar, sendo obrigatório aos proprietários, funcionários ou colaboradores manter o uso de máscaras faciais” -, além das disposições previstas no referido texto legal, deverão, pelo prazo de 10 (dez) dias, contados da publicação do presente decreto cumprir as seguintes determinações: o horário de funcionamento ficará restrito até às 23 horas; somente poderão ser utilizadas 50% das mesas do estabelecimento; os estabelecimentos com capacidade para abrigar mais de 40 pessoas, deverão submeter todos os presentes a verificação de temperatura antes de sua entrada no recinto, não podendo ingressar aqueles que estiverem com febre; fica proibido aos bares e restaurantes servir clientes para o consumo em calçadas; está proibida a colocação de mesas nas calçadas, mesmo que o estabelecimento tenha autorização anterior do poder público; não será permitida a permanência de clientes em pé dentro dos estabelecimentos.

Na sexta-feira, a Guarda Municipal e a Polícia Militar percorreram vários pontos da cidade. Na Praça Orlando Brandão, no Ano Bom, autuaram diversos veículos, com multas de valores que chegaram a R$ 2.900.

De acordo com secretário de Ordem Pública, William Pereira, os automóveis estavam promovendo som e aglomerações de pessoas. “Na madrugada, agentes da Fiscalização de Postura retornaram ao local para verificar se algum bar estava funcionando, com aglomeração. Na Rua Dario Aragão, no Centro, multamos um bar por desrespeitar as regras de distanciamento social determinadas pelas autoridades sanitárias e o Poder Público Municipal” citou o secretário informando que neste sábado, dia 11 e domingo, dia 12, a fiscalização retoma o serviço, que tem sido sistemático durante a semana e intensificado os fins de semana.

error: Conteúdo protegido !