Bandidos clonam celular do prefeito de Porto Real e pedem transferência de dinheiro para contatos

0

PORTO REAL

No mês de janeiro o prefeito de Resende, Diogo Balieiro (DEM) comunicou que teve seu celular clonado. Ele contou que bandidos estariam usando a linha para enviar mensagens via WhatsApp pedindo depósitos bancários. O mesmo foi informado na tarde de hoje pelo prefeito de Porto Real, Ailton Marques (PDT). Segundo sua assessoria de imprensa, as primeiras mensagens começaram a ser divulgadas por volta das 13 horas e o prefeito decidiu fazer um comunicado para informar sobre o golpe.

A assessoria informou que o mesmo golpe foi aplicado com Ailton. Na mensagem, era informado que o prefeito não tinha mais limite para sacar dinheiro e precisava que a pessoa que estava lendo a mensagem ajudasse. Informava ainda agência e conta bancária para tal. “Criminosos estão tentando aplicar um golpe solicitando depósitos em dinheiro, que sob hipótese alguma devem ser realizados. A 100ª Delegacia de Polícia já foi informada e o prefeito Ailton Marques também pretende encaminhar o assunto à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, na capital”, diz a nota veiculada nas Redes Sociais da prefeitura.

EM RESENDE

No caso do golpe ao prefeito de Resende, Diogo Balieiro, a mensagem dos golpistas dizia para usar o Banco do Brasil pelo aplicativo do celular ou computador. Pediam depósito de R$ 1 mil ou transferência em uma conta bancária. Na ocasião, informações davam conta que um servidor municipal chegou a efetuar o depósito.

“Queremos propagar para o maior número de pessoas para que não caiam nesse golpe”, disse a assessoria de Ailton Marques.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !