Banco da Cidadania oferece oficina para expansão de negócios na próxima quarta-feira

0

VOLTA REDONDA
O Banco da Cidadania, órgão da Prefeitura de Volta Redonda ligado à Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), oferece na próxima quarta-feira, dia 22, a oficina Sebrae Microempreendedor Individual (SEI) Clicar. A palestra é parte da série de cursos de empreendedorismo realizados em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RJ) do Estado do Rio de Janeiro para valorização dos Mercados Populares.
A oficina SEI Clicar vai abordar as ferramentas fundamentais que a internet disponibiliza para a expansão do negócio, identificando entre elas as mais apropriadas para alcançar o maior número de pessoas; além de reconhecer a importância de utilizar a plataforma da internet para ampliar a comercialização de produtos e a lucratividade do negócio.
FORMA PRESENCIAL
O curso será realizado de forma presencial, no Auditório da Smac, às 18h30min. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo telefone (24) 3339-2449 ou no Banco da Cidadania, que funciona na sede da Secretaria de Ação Comunitária, na Rua Antônio Barreiros, 194, no bairro Nossa Senhora das Graças. As apostilas e o material de apoio são grátis.
De acordo com o assessor técnico do Banco da Cidadania, Marcos Vinicio Lopes, o número de vagas está limitado em 50 pessoas para respeitar o distanciamento social de prevenção à Covid-19. Também será obrigatório o uso de máscara e haverá álcool gel para higienização das mãos. “Apesar de a ação ser voltada para o comércio dos Mercados Populares, a oficina está aberta para outros microempreendedores do município”, ressaltou.
PARCERIA COM O SEBRAE-RJ
O gestor do Banco da Cidadania, Fernando Martins, lembrou que a parceria com o Sebrae-RJ já promoveu as oficinas SEI Formar Preço e SEI Controlar meu Dinheiro e já estão programados cursos sobre como aumentar as vendas e como agir de maneira empreendedora. “Estas capacitações são o primeiro passo para, a médio prazo, incluir os permissionários dos boxes dos Mercados Populares no sistema de e-commerce e no marketing de redes”, disse.
O secretário Municipal de Ação Comunitária, Munir Francisco, reforçou que a oferta gratuita de cursos de empreendedorismo, de marketing, de exposição das mercadorias e serviço e outros, tem o objetivo de capacitar os permissionários, MEIS e microempresários em suas atividades comerciais e melhorar o atendimento ao cliente. “Estamos buscando transformar os Mercados Populares em espaços acolhedores para todos, formando o microempreendedor para que tenha capacidade gerencial e de competir no mercado em que atua”, concluiu.

error: Conteúdo protegido !