Auxílio Emergencial pode ser requisitado via site e aplicativo

7

BRASÍLIA/SUL FLUMINENSE

Os trabalhadores autônomos, informais, microempreendedores individuais e também os desempregados do Sul Fluminense, maiores de 18 anos e que englobam o perfil do Auxílio Emergencial a ser fornecido pelo Governo Federal, no valor de R$ 600, podem fazer a requisição do valor através do site e um aplicativo disponibilizado nesta terça-feira, dia 7, pela Caixa Econômica Federal.

Segundo orientação do governo, o aplicativo deve ser usado pelos trabalhadores que forem Microempreendedores Individuais (MEIs), trabalhadores informais sem registro e contribuintes individuais do INSS. Os demais trabalhadores que constam no registro do Cadastro Único (CadÚnico) ou que recebem benefícios do programa Bolsa Família, não precisam utilizar o aplicativo, pois o pagamento será automático.

O trabalhador, para saber se consta ou não no CadÚnico, pode acessar o site do Ministério da Cidadania, baixar pelo celular o  aplicativo Meu CadÚnico ou ligar para o telefone 0800 707 2003. Neste caso, é preciso solicitar a opção 5. O horário de atendimento, via telefone gratuito, seja de aparelho fixo ou celular, acontece de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas, e aos finais de semana e feriados nacionais, das 10 à 16 horas de segunda a sexta-feira.

PÚBLICO-ALVO

O Auxílio Emergencial é destinado aos trabalhadores como proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O benefício no valor de R$ 600 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$ 1.200.

Quem estava no CadÚnico até o dia 20 de março e que atenda as regras do Programa, receberá sem precisar se cadastrar no site da Caixa. Quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período o Bolsa Família ficará suspenso.

Segundo orientação do governo, as pessoas que não estavam no CadÚnico até 20 de março, mas que têm direito ao auxílio poderão se cadastrar no site https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio ou pelo App Caixa|Auxílio Emergencial. Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou App.

Para baixar o aplicativo em celulares Android, clique acesse pelo https://bit.ly/3aRgKCV.  Já os usuários de celular com sistema iOS pelo link https://apple.co/3aPyqPa.

QUEM TEM DIREITO?

Para ter acesso ao Auxílio Emergencial, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  • Maior de Idade
    ser maior de 18 anos de idade
  • Não ter emprego formal
    destinado para trabalhadores autônomos com rendas informais
  • Não ser beneficiário
    não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
  • Renda familiar
    renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135); 
  • Rendimentos Tributáveis
    não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;
  • Exercer as seguintes atividades
    exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
  • Renda média
    ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o calendário de pagamento acontecerá nos meses de abril e maio.

Veja como deve ser o calendário de pagamento da primeira parcela: as pessoas que estão no CadÚnico que não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal: devem ter acesso ao valor na quinta-feira, dia 9; pessoas que estão no CadÚnico que não recebem Bolsa Família e não têm conta nos bancos: a partir de terça-feira, dia 14;

Os trabalhadores informais que não estão no CadaÚnico devem receber em cinco dias úteis depois de fazer adesão no programa; e os beneficiários do Bolsa Família recebem nos últimos 10 dias úteis de abril: 

A segunda parcela: para quem está no CadÚnico que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa: prazo entre os dias 27 e 30 de abril; beneficiários do Bolsa Família: será nos últimos 10 dias úteis de maio.A terceira parcela: quem está no CadÚnico e não recebe Bolsa Família e também os trabalhadores informais inscritos no programa de Auxílio Emergencial: entre os dias 26 e 29 de maio; e os beneficiários do Bolsa Família: nos últimos 10 dias úteis de maio.

O pagamento será processado pelos bancos públicos, como Banco do Brasil, Caixa e lotéricas, a partir de uma conta-poupança digital, sem qualquer tipo de tarifa, ou necessidade de apresentação de documentos. Segundo o governo, o trabalhador poderá solicitar a transferência para uma conta de outra instituição sem que haja cobrança de tarifa.

 

7 Comentários

  1. Como faço para receber esse auxilio emergencial, já tentei desde ontem no site http://www.auxicilio.gov.br….só dá ocupado; baixei o aplicativo no celular também não funciona, eu não consigo passar da primeira tela, fala que o meu CPF NÃO CONSTA NA RECEITA FEDERAL, CONFERI MEUS DADOS NA RECEITA E ESTAR TUDO OK. Então a pergunta, vou ficar sem receber o auxicilio? pois eu preciso muito dessa ajuda.
    Por favou, me responda se puderem. Agradeço desde já.

      • Conceição Aparecida Ginder Gouveia Em

        Como faço para falar com um atendente responsável pelo auxílio emergencial. Pois fiz o cadastro e fui informada que não tenho direito porque sou cidadão com emprego formal e vinculado ao RPPS cidadão exerce mandato eletivo, essa foi a resposta . Mas eu não tenho emprego fixo e nem exerço mandato eletivo nenhum. O meu último emprego foi em2018 como espetro de alunos em uma.escola particular Sta. Mônica em Seropédica Rj. Eu preciso passar essa informação e não consigo. Peço ajuda.

  2. Gente por favor alguém me informe o que devo fazer para receber o auxílio pois tive meu filho em janeiro e até agora estou me virando porque ainda nao ví um sentavo do auxilio maternidade ainda não se sabe se passarei por perícia…e como faço até eles decidirem passo fome?Se alguém tem alguma informação á respeito de onde eu posso ligar para adquirir esse auxílio por favor respondam aí!OBRIGADA

  3. Jose Pedro da Silva Em

    Pois eu fiz meu cadastro e já faz 3 dias e a resposta é que esta em analise e no numero 111 fala que não estou com meu cpf registrado no auxilio emergencial Gostaria se alguem soubese de como posso resolver este problema me desse um auxilio.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !