Autoridades debatem potencial da região durante Fórum Regional do Turismo Fluminense – Edição Vale do Café

0

VALE DO CAFÉ

Com o objetivo de fortalecer o potencial turístico existente nos municípios do Estado e aproximar, cada vez mais as lideranças públicas estaduais das cidades do interior, a Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ) e a Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (TurisRio) realizaram nesta quinta-feira, dia 26, o Fórum Regional do Turismo Fluminense – Edição Vale do Café. A iniciativa foi realizada no Centro de Convenções General Sombra, em Vassouras.

O encontro reuniu representantes do setor para debater a retomada das atividades turísticas. Participaram do evento: o governador Cláudio Castro; o secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca; o presidente da TurisRio, Sérgio Ricardo Almeida; o subsecretário de Eventos, Marcelo Monfort; o prefeito de Vassouras, Severino Dias; o presidente da FUSVE, Marco Capute; o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Vassouras, Wanderson Farias; o presidente do CitVale, Bhella Santos; secretária de Estado de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Chaves de Mendonça; o presidente da Fecomércio, Antônio Florêncio de Queiroz Júnior; o empresário Ronaldo César Coelho; dentre outras autoridades.

Autoridades que compuseram a mesa principal – Foto: Fábio Guimas

De acordo com o secretário de Estado de Turismo do Rio de Janeiro, Gustavo Tutuca, em 2019, o setor de Viagens e Turismo foi responsável por US$ 8,9 trilhões de contribuição para o PIB mundial; gerando 330 milhões de empregos, ou seja, um a cada dez empregos em todo o mundo; 10,3% do PIB global; US$ 948 bilhões em investimentos de capital.  “A entrada de turistas no Brasil em 2019 foi em torno de 6,5 milhões de pessoas, só no Rio de Janeiro foram 1.252.267. Infelizmente veio a pandemia e não temos dados de 2020. Mas a boa notícia é que com a retomada do setor,  já temos bons dados para divulgar: a ocupação hoteleira aqui no Sul Fluminense, no mês de julho, com destaque para Vassouras com 83% da ocupação. Valença/Conservatória 75%; Petrópolis 75%; Itatiaia/Penedo 55%; Nova Friburgo 70%; Paraty 61,9%; Macaé 67.8%; Rio das Ostras 53%”, enumerou Tutuca.

Governador conhecendo parte do turismo da região – Foto: Fábio Guimas

Secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca – Foto: Fábio Guimas

 

 

 

 

 

 

Governador palestrou no evento – Foto: Fábio Guimas

Centro de Convenções General Sombra – Foto: Fábio Guimas

 

 

 

 

 

 

Para ele, as ações realizadas pela Setur-RJ e TurisRio proporcionam a retomada do turismo consciente pós pandemia, exemplos disso são os projetos ‘O Rio continua lindo e perto’ e ‘Viaje no RJ’. “Essas ações fazem parte do programa ‘Turismo RJ + Perto’, que visa a integração e união de esforços de todos para o desenvolvimento do setor no cenário de retomada das atividades no avanço da vacinação e no pós-pandemia. Além disso, temos planos para o Calendário da Virada, iniciativa que, dependendo do ritmo da pandemia, terá inicio em novembro deste ano, indo até dezembro de 2022, com diversos eventos esportivos e culturais na programação. Pretendemos também resgatar as feiras agropecuárias, investir no turismo rural, sinalização turística, programa de obras e infraestrutura turísticas, além da aprovação da Lei Estadual de Turismo que será enviada ainda neste ano para a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj)”, destaca o secretário.

A lei institui política estadual de turismo para consolidar estratégias e prioridades com o objetivo de apoiar o planejamento, a gestão e a promoção do turismo nos municípios fluminenses, visando o desenvolvimento sustentável integrado ao setor.

Em sua fala, o Governador Cláudio Castro falou sobre a reconstrução do estado do Rio de Janeiro. “Assim que tomei posse chamei o secretário de Fazenda para saber do déficit que tínhamos em caixa, o que girava em torno dos R$ 2 bilhões, ou seja, não haveria dinheiro para os próximos três meses de pagamento dos servidores, mais o 13º salário. O estado estava um caos total, sem conversar com a União, sem investimentos, e ainda estávamos em meio a uma pandemia. Cenário pior, impossível”, relembra o governador.

A solução, segundo ele, foi o diálogo. “Chamei empresários de todos os setores, ouvi suas necessidades e suas sugestões de melhorias e daí, juntos, fomos construindo a retomada do estado. O crédito é para toda uma gama de pessoas que acreditaram e que lutaram pela retomada econômica do estado. Hoje, somos exemplo de credibilidade com o leilão da Cedae, e somos procurados por outras prefeituras para saber como proceder. Quero ressaltar também que todo o dinheiro do leilão será 100% revestido em investimentos. Agora vamos investir naquilo que o Rio de Janeiro tem por excelência: o turismo. Queremos, dentro de três anos, gerar 150 mil empregos no estado”, planeja Castro.

A Presidente da Instância de Governança Regional Vale do Café (IGR- CitVale) e gerente da prefeitura de Barra Mansa, Bhella Santos, destaca a importância de tal evento. “Estamos a mais de um ano na luta com 15 municípios participantes. É gratificante ver o crescimento e a proporção que o trabalho está tomando. O turismo é que leva o nome do Brasil para o mundo, estamos numa fase que nunca se viu antes na história do turismo e as IGR tem lutado e cobrado muito. Nossa região é linda, riquíssima em atrativos naturais, em historia e cultura, além de ser estrategicamente localizada. A Instância Governamental é o elo entre os municípios para o novo Mapa do Turismo, trabalhando juntamente com a Setur e o Ministério do Turismo. Para que o novo mapa seja confeccionado, existe todo um processo de trabalho, documentação”, destaca.

A programação contou com palestras, mesas de discussão e painéis que abordarão assuntos relevantes para o setor. Além disso, representantes dos municípios expuseram um pouco das suas tradições, gastronomia e artesanato. A proposta foi dar a oportunidade a todos, que fazem do turismo o seu meio de vida profissional, de fazer contatos, apresentar e vender produtos, além de acertar parcerias.

Centro de Convenções General Sombra

O local onde foi realizado o fórum é o Centro de Convenções General Sombra. O local conta com infraestrutura moderna, preparado para receber diversos eventos. Inaugurado em 2019, foi construído com o objetivo de proporcionar a região um espaço totalmente equipado e moderno para a realização de eventos.

O local conta com salão com capacidade para receber até quatro mil pessoas, camarotes, lounge, estacionamento, acessibilidade, ar condicionado central, cabine de som e luz, backstage, camarins, cozinha industrial, área de carga e descarga, link exclusivo de internet e wi-fi em todos os ambientes, entre outros.

.