Aumento de casos confirmados de Covid-19 volta a ser realidade em cidades da região

0

SUL FLUMINENSE

Nos últimos dias é visível o aumento novamente de casos de Covid-19 no país e não está sendo diferente em cidades da região, como Porto Real, Barra Mansa e Volta Redonda, por exemplo. Embora os casos estejam sendo diagnosticados, os considerados graves permanecem baixos. Isso devido a vacinação.

Volta Redonda, segundo dados da Secretaria de Saúde, nos últimos dias há um aumento considerado no número de casos confirmados. Na terça-feira, dia 21, o número de casos de 835, passou para 1.351. Já a taxa de ocupação de leitos públicos destinados aos pacientes infectados era de 42%, tanto para os clínicos quanto para os de UTI. Na mesma data, os leitos clínicos subiram para 46% e o de leitos de UTI chegou a 52%. Nos casos de óbitos, o número segue reduzido. Até terça-feira, 21, não foi registrada nenhuma morte.

Em Porto Real, a prefeitura, através da Secretaria de Saúde informou que há baixo número de pacientes com gravidade ao analisar a taxa de internação pela doença ou mesmo óbitos. Ainda segundo a secretaria, a cidade tinha nesta quinta-feira uma pessoa internada, que tem duas doses da vacina. Segundo a pasta, em meio a um cenário de aumento dos casos da doença, o município fez inclusão da 4ª dose, D4/DR2, para pessoas na faixa etária menor do que a prevista em Notas Técnicas da Secretaria Estadual de Saúde, 35 anos e mais.

Em Barra, em média, são 100 casos registrados por dia, mas sem mortes e internações nos últimos quatro dias. Dados da Secretaria de Saúde mostram que, de terça-feira, dia 21, até quarta, 22, a cidade registrou 202 novos casos confirmados de Covid-19.

INCENTIVANDO

Em todas as cidades, as secretarias de Saúde e os governos municipais estão incentivando as pessoas a se vacinarem. Além disso, a procura pelos testes também tem aumentado nos últimos dias. Não só as secretarias, mas também especialistas garantem que, com as doses completas, as pessoas infectadas têm apenas sintomas suaves sem agravante. Por isso, é importante que a população busque pela vacina, já que a circulação da variante ômicron está na nova onda de transmissão.

As secretarias convocam todas as pessoas que ainda não completaram o esquema vacinal para comparecerem a qualquer uma das unidades de Saúde mais perto da residência para se vacinar.