Atrasos nas correspondências dos Correios são alvos de denúncias

1

BARRA MANSA

Moradores de Barra Mansa relatam que estão passando por problemas com o prazo das entregas dos Correios. Segundo as denúncias feitas ao A VOZ DA CIDADE, as cartas, boletos e encomendas estão extrapolando a data de entrega, o que está gerando aborrecimentos e transtornos para os consumidores que necessitam do serviço.  De acordo com os reclamantes, os boletos estão chegando com um mês de atraso, o que já levou muitos consumidores a terem que pagar as contas com juros.

Não é de hoje que os consumidores se queixam do atraso na entrega de encomendas e correspondências pelos Correios. No levantamento feito pelo site Reclame Aqui mostra que foram registradas 14,1 mil queixas contra os Correios em todo o país apenas nesse primeiro semestre do ano. A maioria das reclamações é sobre atraso na entrega, seguido por ‘outros problemas’ e qualidade do serviço prestado. Nenhuma das reclamações foi respondida pela empresa.

Questionado pelo A VOZ DA CIDADE, a Agência dos Correios informou que a unidade de Barra Mansa estaria passando por algumas dificuldades técnicas pontuais nos últimos meses. Segundo afirmou a empresa, o problema já foi detectado e alguns procedimentos internos corrigidos e reformulados. “Para colocar a entrega dos objetos em dia, nas últimas semanas foram realizados diversos mutirões de entrega com os funcionários da unidade, inclusive aos sábados. Esta ação, realizada até este último final de semana, conseguiu colocar em dia toda a carga da unidade que estava atrasada”, informou a nota.

PREJUDICADOS

De acordo com a moradora do bairro Ano Bom, Emilia Nascimento, de 60 anos, o boleto do cartão de maio, que vence no dia 15, chegou apenas no dia 1º de junho. “Há seis meses que essa situação persiste. Por isso, tenho que ir ao banco todo mês pegar a conta para pagar”, reclamou, relatando que tem dificuldades de acessar a conta pela internet. “Além disso, sou muito prejudicada, pois trabalho em Resende e não tenho tempo de ir ao banco sempre, é péssima essa situação”, lamentou, questionando o motivo da demora, já que seu bairro é um local de fácil acesso.

Já o médico Francis Bullos, morador do bairro Santa Rosa, disse que existem pessoas que estão sendo obrigadas a ir aos Correios para buscar correspondências. “Se você for jovem e sabe lidar com o computador, consegue se virar, mas e os idosos que não tem essa noção com a tecnologia terão que pagar tudo atrasado ou se desgastar com a justiça para buscar o seu direito”, disse, completando que essa situação é imoral.

Outra moradora do Santa Rosa, de 37 anos, Graciele Fagundes Moreira Gomes, afirmou que mora no local há um ano e os atrasos são comuns desde de sempre. “Todos os meus boletos atrasam. As faturas de cartão de crédito, multas, contas de telefone, entre outras coisas. E por isso eu tenho que pagar tudo pela internet”, disse, informando que recebeu várias contas vencidas no último sábado.

DIREITO DO CONSUMIDOR

A Agência do Correios ainda disse ao A VOZ DA CIDADE que atualmente as encomendas estão dentro do prazo e que as mesmas estão sendo preparadas para entrega aos destinatários. “Com a reformulação de procedimentos que acaba de ser realizada, não devemos ter mais atrasos. O atendimento na unidade encontra-se regularizado e a presença de clientes a procura de encomendas está bem pequena no momento”, informou a empresa.

Segundo o gerente do Procon de Barra Mansa, Felipe Fonseca, o consumidor que se sentir prejudicado e precisar receber a correspondência, deve se dirigir ao Procon e solicitar ajuda para receber o produto. “No entanto, quando a pessoa se sente lesada financeiramente, a situação vai para o jurídico”, informou, acrescentando que é obrigação do consumidor pagar os boletos, mas caso seja prejudicado com o atraso da entrega da fatura, ele pode ir ao Procon para se informar quais procedimentos cabíveis.

1 comentário

  1. Sobre a materia acima ñ é de se espantar pq aqui em Volta Redonda tá bem pior a situação! Eu moro na rua atrás da agência do Aterrado e só recebo correspondência de 15 em 15 dias e os próprios carteiros informam q ñ a mão de obra suficiente e q por determinação da gerência local eles fazem um rodízio de bairros, às correspondências de fim de mês só chegam c 10 a 15 dias de atrazo e ñ adianta ir reclamar … É uma vergonha!!!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !