Atleta de Quatis é campeão brasileiro na Corrida de Orientação

0

QUATIS

Aos 17 anos, João Vitor Moura, desponta como uma revelação em um esporte que alia esforço físico e mental. O morador de Quatis é praticante de Corrida de Orientação e no mês passado conquistou o primeiro lugar no XX Campeonato Brasileiro da modalidade. A competição teve três etapas que foram disputadas nas cidades de Santa Maria (RS), Cristalina (GO) e em Cachoeira Paulista (SP). Após a última etapa, realizada na cidade do Vale do Paraíba, foram divulgados os resultados que confirmaram a vitória do quatiense que somou o maior número de pontos nas três etapas na categoria H18B. O atleta também foi vitorioso na disputa estilo sprint e conquistou o troféu Sudeste.

Orientação é um esporte em que o atleta precisa passar por postos de controle marcados em um determinado terreno no mínimo de tempo possível, com o apoio de um mapa e de uma bússola. Além disto, usa a própria natureza como campo de jogo, o que desenvolve o conceito da preservação do meio ambiente entre seus praticantes.

João Vitor é estudante do 3º ano do curso Técnico em Meio Ambiente do campus Pinheiral, do IFRJ (Instituto Federal do Estado do Rio de Janeiro). Ele conheceu a modalidade esportiva nas atividades de Educação Física do campus da unidade Pinheiral há cerca de um ano. Atualmente, ele participa também da atividade de extensão de Corrida de Orientação ofertada na unidade. “Este título para mim esta sendo uma sensação única que não dá para ser explicada. Uma sensação de colher o fruto do meu esforço e poder mostrar resultados a quem me apoia”, disse João, que já tem agendado para este mês de outubro a disputa do Estudantil Brasileiro e a segunda etapa do Estadual.

João Vitor subiu no degrau mais alto no Campeonato Brasileiro – Divulgação.

A professora de Educação Física, Gabriela Conceição, é a incentivadora do esporte no campus da IFRJ em Pinheiral. Ela destaca que a corrida de orientação tem crescido e se tornará uma modalidade olímpica em breve e projeta João Vitor integrando a seleção brasileira de Corrida de Orientação dentro de alguns anos. “Ele é muito disciplinado e dedicado, por isso tem tudo para alcançar suas metas. Vê-lo ter bons resultados é um incentivo a trilhar o caminho para o alto rendimento e quem sabe ele entre para a seleção brasileira em alguns anos”, disse a professora.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !