Artesãs barra-mansenses participam de oficina de capacitação

0

BARRA MANSA

Visando oferecer oportunidades de aprimoramento, cooperativismo e competitividade, as artesãs do município participaram nesta terça-feira da oficina ‘SEI unir Forças para Melhorar’. A capacitação é promovida pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação; em parceria com a Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços (Aciap) e com o Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae).

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agnaldo Raymundo, a ideia é promover ao longo deste ano diversas oficinas que permitam o aprimoramento da competitividade das artesãs. “É necessário agregar conhecimento com foco em cooperativismo, central de negócios, associação, arranjo de produção local e comércio de empresas. Nosso objetivo é capacitar às artesãs para que consigam não somente precificar seus produtos de maneira técnica, mas também avaliar o ciclo econômico da peça produzida, como custos de insumos, energia, tempo gasto na confecção da mercadoria e mão de obra”, detalhou Agnaldo, revelando que este ano, as artesãs terão participação especial na 20ª Feira de Negócios do Sul Fluminense (Flumisul).

Ministrada pelo gestor de negócios e finanças do Sebrae, Sérgio Justo, a oficina também abordou sobre a importância da análise sistêmica da produção. “É uma visão mais detalhada, onde é possível realizar um planejamento consciente sobre o produto alvo, organizando estoque, cartela de fornecedores, clientes em potencial e capital de giro. Assim, é possível verificar os indicadores econômicos, bem como o ponto de equilíbrio sobre a comercialização dos produtos”, explicou Justo.

Outra vantagem da oficina, de acordo com a analista do Sebrae, Fabiana Ramos, diz respeito às orientações acerca das variadas formas para a  negociação das mercadorias. “Existem possibilidades que incluem ganhos por meio de inovação, marketing, desenvolvimento de produto, networking rede de contatos profissionais e responsabilidade social, entre outros”.

Paralela a oficina, o Sebrae iniciou um diagnóstico de negócios. “As artesãs tem perfis específicos. Algumas vendem seus produtos nos bairros; outras em lojas físicas em Penedo. Tem aquelas que comercializam através das redes sociais e ainda as que estão em transição de carreira. Outro indicador se refere propriamente à realidade economia, com profissionais que têm no artesanato uma complementação de renda e aquelas que sobrevivem da atividade”, destacou Fabiana.

APROVADA

Maria Francisca Monteiro Rodrigues, artesã há mais de dez anos, aprovou a oficina. Especializada na confecção de bonecas de pano, ela disse que é a primeira vez que tem condições de participar de uma capacitação totalmente gratuita. “Vim com grande expectativa para este encontro e estou muito satisfeita, pois consegui perceber que as vendas envolvem mais que vontade. É preciso planejamento, ordenamento e técnicas de produção e vendas”, disse.

Ana Cláudia Souza, professora aposentada e artesã, também gostou das orientações recebidas. “Foi muito importante para entender sobre como o cooperativismo e a associação podem ajudar na melhoria e na consolidação do negócio”, concluiu.

Programação

Dia 24/04 – SEI Empreender

Dia 08/05 – SEI Planejar

Dia 22/05 – SEI Comprar

Dia 05/06 – SEI Vender

Dia 19/06 – SEI Controlar meu dinheiro 1

Dia 03/07 – SEI controlar meu dinheiro 2

Dia 10/07 – SEI Formar preço

Dia 19/07 – Atendimento ao Cliente

Horário: sempre das 9 às 18 horas

 

 

Chamamento público para artesãos

A prefeitura de Volta Redonda abriu chamamento público para artesãos que se interessem em participar de feiras de artes e artesanatos realizadas no município, através do Programa do Artesanato Municipal. As inscrições podem ser feitas na secretaria municipal de Cultura ou no site da secretaria, através do link: http://www.voltaredonda.rj.gov.br/cultura/.

Os artesãos que estiverem inscritos vão poder participar de todas as feiras de artesanato promovidas pela Prefeitura, como a Feira de Artesanato da Vila Santa Cecília, a Feira MIX Vem Pra Brasil, a Feira Arte Zoo e a Feira de Artes e Artesanato, que acontece na Praça Sávio Gama. Essa é uma ação conjunta entre as secretarias municipais. O Programa do Artesanato Municipal é realizado em parceria entre as secretarias municipais de Cultura e de Desenvolvimento Econômico e Turismo.