Aprovação da Tribuna Livre na Câmara de Vereadores é discutida no MEP

0

VOLTA REDONDA

A aprovação da Resolução para o uso da Tribuna Livre no Legislativo Municipal foi bem recebida pelo Movimento Pela Ética na Política (MEP), principalmente diante do cenário político atual. Isso foi o que declarou o diretor executivo do MEP, Luis Eduardo. A indicação, que é de autoria do vereador Jari (PSB), foi aprovada, por unanimidade, no início da semana passada.

Os conselheiros do MEP ao tomarem conhecimento da aprovação da Tribuna Livre consideram positiva, reportando os caminhos percorridos até a definitiva aprovação da importante Resolução Legislativa. Os conselheiros lembraram que, no final da década de 90, o MEP já provocava amplo debate pontuando a importância da Tribuna Livre como instrumento legítimo garantido na Lei Orgânica Municipal. A partir do novo milênio, os vereadores da época, José Ivo de Souza e Carlos Roberto Paiva assumiram a pauta e apresentaram o projeto tendo sido derrotado sucessivamente a cada Legislatura.

Segundo os conselheiros, depois de 20 anos, a boa notícia. A Tribuna Livre foi aprovada por 17 vereadores presentes na Casa, do total de 21.  “O MEP cumprimenta o espírito cívico de todos os vereadores, capitaneado pelo vereador Jari Oliveira. Sem dúvida uma grande conquista, mesmo com as pequenas burocracias contidas na Resolução, tanto que já há movimentações de pessoas e entidades no sentido de conhecerem os detalhes e se inscreverem para o uso do instrumento legítimo de participação popular”, declarou um dos conselheiros.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !