Aman suspende atividades após registrar 25 casos de coronavírus

0

RESENDE

Depois de registrar 25 casos de Covid-19, o novo coronavírus, a Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) suspendeu as aulas na última sexta-feira, dia 8 e segue até o dia 27. Na academia moram e estudam 1.765 cadetes. Os casos confirmados têm entre 20 e 50 anos, sendo que 21 estão entre os alunos e quatro são militares. Diante desse quadro, a Aman realizou um esforço para que o conteúdo programático das atividades acadêmicas fosse antecipado, permitindo a realização do licenciamento dos Cadetes no período de 8 a 27 de maio. A adesão ao licenciamento será voluntária. A academia estima que 1,7 mil devam deixar o local nesse período.

A Aman vem implantando medidas para conter a propagação do vírus desde o dia 18 de março. Postos de Triagem foram instalados nos dois acessos à academia, funcionando como um primeiro filtro seletivo para as mais de duas mil pessoas que entram no local diariamente. São realizados também a higienização pessoal, desinfecção de ambientes e as adaptações de espaços (refeitórios e dormitórios) entre outras medidas.

Todos são acompanhados de perto pela equipe médica do Corpo de Cadetes (CC) mediante a realização de entrevistas e questionário epidemiológico para identificação de sintomas, aferição de temperatura e a adoção das medidas sanitárias preventivas. No caso de suspeita de sintomas de infecção pelo vírus, a pessoa é levada ao Hospital Militar de Resende (HMR), onde é submetida a exames para a constatação de um diagnóstico.

Se constatado positivo, esses militares seguem internados na unidade, em uma área isolada da enfermaria. No caso dos Cadetes, são direcionados para um alojamento especificamente preparado ao acolhimento e tratamento dos infectados e continuam sendo acompanhados pela equipe médica do CC.

error: Conteúdo protegido !