Aman realiza exercício simulado de “Garantia da Lei e Ordem” em Porto Real e Quatis

0

AGULHAS NEGRAS

A Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) realiza a partir da próxima segunda-feira, dia 15, um exercício militar simulado nos municípios de Porto Real e Quatis, na região das Agulhas Negras. O treinamento de Operação de Garantia da Lei e Ordem (GLO) acontece até o próximo dia 27, no período das 9 às 19 horas.

A ação tem por objetivo preparar os futuros oficiais do Exército Brasileiro para operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), quando as Forças Armadas podem ser empregadas em eventos internos, como em questões de segurança pública ou em situações em que somente o emprego tradicional da polícia não é o suficiente. Ações de GLO apresentam aspectos da guerra moderna, como, por exemplo, o combate a forças irregulares e o enfrentamento em ambiente urbano. “Esse exercício é um combate simulado num contexto diferente do que estamos acostumados a observar. É um conflito interno, onde o inimigo que os nossos cadetes estarão simulando enfrentar não é um exército regular e sim, forças irregulares que podem ser organizações criminosas, terroristas, insurgentes e narcotraficantes. Essas forças executam ações ilícitas sendo nocivas a população local. Além de utilizar desta população para se alimentar, sobreviver, expandir e executando suas ações ilícitas. Por usar a população para estas ações é importante executar esta simulação em um ambiente urbano que serão as cidades de Quatis e Porto Real”, explicou o chefe da Seção de Instrução Especial da Aman, major Kauê Menezes Chagas, responsável pela a condução do Estágio de Operações contra forças irregulares.

Estarão participando 225 cadetes do quarto ano da Academia-Divulgação

Ao todo estarão participando 225 cadetes do quarto ano da Academia. “Esse cenário simulado é muito próximo ao real. Inserimos na situação criada a pandemia da Covid-19 representando o que acontece hoje em dia. Mesmo nesta situação de crise em pandemia, o Exército Brasileiro por ser a instituição destinada constitucionalmente a defesa da pátria não pode se privar do atendimento e apoio a população em um cenário deste de crise. O cadete vai treinar num combate simulado muito próximo ao que vai se deparar logo depois de formado”, destaca.

SIMULADO

Nas regiões abrangidas, serão realizadas simulações de operações militares de patrulhamento, postos de bloqueio de vias urbanas e blitzes que visam o treinamento de maneira mais real. “Durante as atividades os cadetes estarão realizando operações tipo polícia, como patrulhamento motorizado e a abordagem da população nas ruas, blitzes, utilizando viaturas e helicóptero militar. Eles vão tentar identificar essas forças irregulares que serão simuladas por militares que estarão descaracterizados. Este é o contexto do exercício”, informou o major, acrescentando que a ação contará com a participação de cerca de 350 militares. “Devido a pandemia da Covid-19, o exercício foi planejado de uma forma que não mais de 80 militares estejam ao mesmo tempo na cidade para evitar aglomeração e respeitar as medidas de prevenção contra o coronavírus estabelecido pelo poder público. A Aman segue regras rígidas de isolamento e controle dos cadetes de maneira que nós conseguimos manter as nossas atividades e essa operação sem nenhum risco para os nossos cadetes e a população local”, afirmou.

Serão realizadas simulações de operações militares de patrulhamento, postos de bloqueio de vias urbanas e blitzes -Divulgação

Para o treinamento, segundo major Kauê, adestramento, a Aman contará com o apoio do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e da Polícia Civil por meio de agentes da 100ª Delegacia de Polícia (DP).

Por conta das atividades de simulação de guerra, como o deslocamento da tropa, seja com viaturas ou a pé, inspeções veiculares, condução de presos e a realização de tiros de festim, a Aman solicita a compreensão dos moradores e a ampla divulgação. “Gostaria de alertar a população que nestas ações ocorreram disparos de festim, condução de presos e blitzes tudo do contexto da simulação”, comentou o major.

error: Conteúdo protegido !