Aluisio d’Elias diz que Quatis precisa resolver problemas estruturais para crescer

0

QUATIS

Ele cresceu ouvindo sobre política dentro de casa, fez faculdade de Educação Física, até trabalha na área, mas quer colocar em prática o que muitas vezes só ouviu e ser protagonista de uma história que pretende escrever para Quatis. Filho do ex-prefeito José Laerte d’Elias, Aluisio d’Elias (PDT) foi eleito para seu primeiro mandato no Legislativo, com 308 votos, o segundo mais votado na cidade, com a intenção de se preparar para poder disputar a prefeitura.

Ele contou que teve a oportunidade de vir candidato em 2016 para disputar a prefeitura, mas não se sentia preparado por falta de experiência. Quis começar no Legislativo para aprender sobre lei, orçamento, conhecer o funcionamento da prefeitura, criar uma base política. O momento da disputa chegou. Aluisio é pré-candidato a prefeito em 2020. “Foi uma experiência para que eu não possa errar por falta de preparo. Sou pré-candidato, pois quero fazer diferente e fazer a diferença em Quatis. Não estou falando em inventar a roda, mas passou do tempo de Quatis ser dividida em grupos políticos. Entendo que essa divisão não pode acontecer, pois tem que ser tudo pela população”, disse o atual vereador que tem 39 anos.

Água, energia e estradas

Segundo Aluisio d’Elias, Quatis tem muitos problemas estruturais que precisam ser trabalhados. São os pilares: água, energia e escoamento de produção. Tudo isso impede que empresas de médio porte, por exemplo, de acordo com o pré-candidato, se instalem na cidade. “Temos uma ponte em que nada foi feito em oito anos e não está em funcionamento. Foi inaugurada em 2012. Ela liga Quatis a Porto Real. A energia precisa ter sua capacidade aumentada, um trabalho feito na União para um aporte financeiro, pois a energia vem de Barra Mansa. A água, ainda tem localidades na cidade aonde não chega. É preciso muito mais trabalho”, argumentou.

Sobre a água mencionou que existe um projeto feito no governo do ex-prefeito José Laerte, no qual o atual herdou uma verba de cerca de R$ 8 milhões, mas a segunda parte do projeto não foi iniciada. “Precisamos melhorar a captação de água e seriam necessários mais R$ 7,1 milhões para o término do projeto”, contou.

Além desses problemas, segundo o pré-candidato, existe outro sério que impede a cidade de conquistar investimentos de fora, o que considera essencial para crescimento de Quatis. Trata-se do Cauc, uma espécie de SPC das cidades. “Há sete anos o atual governo não consegue tirar a cidade dessa situação”, afirmou, completando que é um problema que diversos municípios enfrentam, mas conseguem ultrapassar. Segundo ele, por conta disso a prefeitura usa recursos próprios para fazer coisas que conseguiria com verbas federais e estaduais. “Chegamos a outro ponto. Infraestrutura, asfalto, água e esgoto precisam vir verbas de fora. A prefeitura tem que investir em prioridades como saúde, educação, esporte, cultura e lazer. Falta gestão. Vou dar um exemplo. A cidade foi contemplada com verba de R$ 1,5 milhão de emenda, conquistada por um vereador para um reservatório de água. Por falta de projeto a prefeitura perdeu a emenda e agora, com recursos próprios, vai construir. Me pergunto por que não pegou o dinheiro da União fazendo um simples projeto apenas e usou esse dinheiro para investir em merenda nas escolas, que está faltando atualmente, em medicamentos que estão também em falta”, questionou.

TURISMO

Para Aluisio d’Elias, o turismo pode ser uma vocação explorada em Quatis. Segundo o pré-candidato a prefeito, existem inúmeras possibilidades, como o rural, cultural, o esportivo. Ele lembrou que existem áreas para serem exploradas e, atualmente, iniciativas particulares estão promovendo ações nesse setor, com grupos de corrida, de montain bike. “Temos o Rio Preto que passa dentro de Quatis e não é explorado, pode ser feito um estudo para implantação de provas de canoagens. Temos matas para fazer trilhas, o próprio leito da Ferrovia do Aço para rapel. É preciso criar novas oportunidades”, afirmou, frisando a importância ainda de investir na área rural que é muito forte na cidade.

PARTIDO E ATUAÇÃO NA CÂMARA

Sobre o partido que disputará as eleições de 2020, Aluisio d’Elias disse que está conversando com algumas legendas, como o próprio PDT e o PSC.

Falou ainda sobre sua atuação no Legislativo durante esse mandato, onde se coloca como oposição. Mas não ao governo, e sim, as más ideias apresentadas, pois quando é para o bem da população afirma que está sempre a favor. Disse que por não fazer parte da base de apoio, muitas vezes é prejudicado. Citou projetos de lei que elaborou e que receberam veto do Executivo, como o que garante fornecimento de alimentos para crianças com diabetes nas escolas, o que prevê uma triagem auditiva e oftalmológica nas crianças do 1º, 6º e 9º ano do Ensino Fundamental. Foram aprovadas por unanimidade pelo Legislativo, receberam veto do Executivo e foram derrubados. Estão em vigor, mas não em funcionamento. Esse é outro ponto que batalha. Contou que está fazendo um levantamento de todas as leis que não estão sendo cumpridas em Quatis para encaminhar ao Ministério Público.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !