Além da prorrogação, vacinação contra Influenza vai contemplar novos grupos

0

RESENDE

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, informou que a partir desta segunda-feira, a campanha de vacinação contra o vírus Influenza vai contemplar dois novos grupos. Além dos prioritários já indicados anteriormente, crianças de cinco à menos de dez anos e adultos de 50 à menos de 59 anos poderão ser imunizados. A vacina, que já havia sido prorrogada outras duas vezes, estará disponível em todos os Postos de Saúde do município, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

A decisão de ampliar os grupos foi determinada pelo Ministério da Saúde que já havia expandido a vacinação em alguns municípios que atingiram a meta de 90% da população-alvo imunizada. No município, até a última quinta-feira, 21, 73,5% do público alvo havia sido atingido, com o grupo composto por crianças menores de cinco anos apresentando o menor índice vacinal, com apenas 50,8%. Por outro lado, os grupos formados por professores, puérperas (mulheres com 45 dias pós-parto) e trabalhadores da área da saúde conseguiram superar a meta estipulada pelo Ministério.

De acordo com o Centro Municipal de Imunização, a expectativa com os novos grupos beneficiados é de alavancar o número de pessoas protegidas na cidade. O critério utilizado para a definição desses segmentos segue a mesma estratégia utilizada para definir os grupos iniciais, ou seja, priorizar àqueles que são mais suscetíveis a contrair e transmitir a gripe. Um detalhe importante é que, agora, os novos grupos contemplados não precisam de prescrição médica para receber a dose da vacina. “Com a mudança, determinada pelo Ministério da Saúde, que tem total controle e segurança sob o cronograma proposto aos municípios, nós vamos passar a atender crianças e adultos de uma nova faixa etária e é sempre bom lembrar que o que vai definir se vamos ou não alcançar as metas propostas é a conscientização da população”, disse a coordenadora do Centro, Maria Regina de Paula.

A coordenador informou ainda que a chegada do inverno, na semana passada, é um fator a mais de preocupação com relação aos casos de gripe, já que as pessoas tendem a manter os ambientes mais fechados, o que aumenta consideravelmente os riscos de contrair infecções transmitidas por vírus, como é o caso do Influenza. “Os riscos atingem, principalmente, locais com grande circulação de pessoas, como o transporte público, escolas e ambientes de trabalho. Por isso, alerta a coordenadora, o cuidado com a higiene deve receber atenção redobrada”, enfatizou Maria Regina.

GRUPOS PRIORITÁRIOS

Além dos novos grupos incluídos agora, a vacina segue contemplando idosos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto (puérperas), trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas, professores das redes pública e privada que estão em atividade, além da população e funcionários do sistema prisional. Vale lembrar que quem se imunizou no ano passado deve receber a dose novamente, uma vez que a vacina tem a duração de um ano. A renovação acontece em virtude da mutação do vírus que exige também alterações no conteúdo da vacina para que a imunização esteja em dia.