Advogada de Volta Redonda é executada na Barra da Tijuca  

0

RIO DE JANEIRO/VOLTA REDONDA

Karina Garofalo, de 53 anos, foi assassinada na tarde desta quarta-feira, na Barra da Tijuca, quando caminhava ao lado do seu filho de 13 anos. Ela, que seria de Volta Redonda, é filha do empresário Pepe Garofalo, que foi dono da distribuidora de jornais da cidade do Aço. No Rio de Janeiro, onde estava morando, atuava como corretora de imóveis. Advogada, estudou direito no Centro Universitário de Barra Mansa (UBM).

Testemunhas teriam dito que um homem encapuzado saiu de um carro que ele mesmo dirigia e fez diversos disparos contra Karina, fugindo em seguida. A arma, de acordo com relatos, teria recurso de silenciador. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Segundo informações da Polícia Militar, pode ter sido uma execução.  O carro usado no crime já foi localizado

Uma câmera de segurança gravou o momento do crime. Foram quatro tiros, no rosto e no braço.

 

 

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !